Jorge Martins Cardoso

 

Um eterno aprendiz



Textos

A LIBERDADE... O CONHECIMENTO... O TEMPO... A VIDA... "O IMPERADOR Dom Pedro II (1825 - 1891), foi deposto em 15 de novembro de 1889. Vieram os Presidentes da REPÚBLICA Federativa do BRASIL"... - (30ª parte).






A LIBERDADE... O CONHECIMENTO... O TEMPO... A VIDA... “O IMPERADOR Dom Pedro II (1825 – 1891), foi deposto em 15 de novembro de 1889. Vieram os Presidentes da REPÚBLICA Federativa do BRASIL”... - (30ª parte).



UM MÉDICO na PRESIDÊNCIA do BRASIL (Considerações Finais) + (Outras Considerações Curiosas) – (22ª parte).

      


     O Barbudo Karl Marx (1818 – 1883) teria dito: - “A RELIGIÃO é o ÓPIO do POVO”. A TV GOEBBELS ou GLOBOLIXO (1965 – presente) continua afirmando: - “O FUTEBOL é o ÓPIO do POVO”. E, cinicamente adicionam: - “Comam BOLA e CIRCO POVÃO”. Os aliados PETRALHAS debochadamentre acrescentam: - “Comam Mortadela e Pães Idiotões”.
(Ato Institucional nº IV).




     - O Ato Institucional nº V, ou seja, o famoso AI – 5, está em fase de elaboração. Estamos trabalhando neste sentido, e, não estamos passando FOME. Pelo contrário. Continuamos comendo FUTEBOL, BOLA, CIRCO, MORTADELA e PÃES.
     - Um (uns) filantropo (s) ou um (uns) pilantropo (s) nos mandou um caminhão com 11 toneladas de LAGOSTAS. Não sabemos quem foi ou quem foram os benfeitores.
     - Apenas o motorista do caminhão, afirmando que era argentino e usando uma camisa do COAF, nos entregou um minúsculo bilhete onde estava escrito: - 11 (onze). BOM APETITE!  
     - Como de “esmola grande cego desconfia”, tô pensando em pular o AI-5 e passar direto para o Ato Institucional nº VI. Vai depender da digestão das LAGOSTAS e dos seus efeitos colaterais...      




O ADVOGADO Mineiro Afonso Pena foi Eleito o 6º Presidente do Brasil. Ele também fazia parte da BUCHA.




     Origem: - Wikipédia, a enciclopédia livre.


    
     Afonso Augusto Moreira Pena (Santa Bárbara - MG, 30 de novembro de 1847 — Rio de Janeiro, 14 de junho de 1909 – 61 anos) foi um ADVOGADO, Jurista e político brasileiro. Foi casado com a Dona de Casa Mineira Maria Guilhermina de Oliveira Pena (1875 – 1909) com quem teve 12 filhos.
    
     Foi filiado ao PARTIDO CONSERVADOR de 1874 até 1889 e depois membro do PARTIDO REPUBLICANO MINEIRO (1889 – 1909) , e foi o 6º Presidente do Brasil.
    
     Foi Deputado Federal, Governador do Estado de Minas Gerais, Vice-Presidente e Presidente do Brasil entre 15 de novembro de 1906 e 14 de junho de 1909, data de seu falecimento.
    
     Antes da carreira política, foi ADVOGADO e JURISTA.



BIOGRAFIA.



INÍCIO da CARREIRA.



     Afonso Pena nasceu em Santa Bárbara, Minas Gerais, filho do imigrante português Domingos José Teixeira Pena e da brasileira Ana Moreira dos Santos.
    
     Diplomado em Direito pela Faculdade de Direito de São Paulo em 1870, Afonso Pena foi um dos fundadores e diretor, em 1892, da "Faculdade Livre de Direito" de Minas Gerais, atual Faculdade de Direito da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).
    
     Exerceu o mandato de Deputado pelo Estado de Minas Gerais, em 1874.
    
     Foi Presidente do Banco do Brasil no período de outubro de 1895 a novembro de 1898.
    
     Nos anos seguintes, enquanto se mantinha como Deputado, também ocupou alguns Ministérios: - Da Guerra (1882), da Agricultura, Comércio e Obras Públicas (1883 e 1884), e da Justiça (1885).
    
     O ADVOGADO Mineiro Afonso Pena e o ADVOGADO Paulista Rodrigues Alves, seu colega de Faculdade, foram os dois Presidentes da REPÚBLICA que foram antes CONSELHEIROS do IMPÉRIO do BRASIL.
    
     É o único membro do GABINETE IMPERIAL de Dom Pedro II que se tornou Presidente da REPÚBLICA do BRASIL.
    
     O ADVOGADO Mineiro Afonso Pena Presidiu a seguir a Assembleia Constituinte de Minas Gerais, nos primeiros anos da REPÚBLICA.
    
     Seu filho, o ADVOGADO Mineiro Afonso Augusto Moreira Pena Júnior, foi Ministro da Justiça e Negócios Interiores do Presidente e ADVOGADO Mineiro Artur Bernardes.




GOVERNADOR e VICE-PRESIDENTE.




     Foi Governador do Estado de Minas Gerais entre 1892 e 1894, sendo o primeiro Governador de Minas Gerais a ser eleito pelo voto direto.
    
     Foi durante o seu governo que se decidiu pela mudança da Capital do Estado, de Ouro Preto para a Freguesia do Curral d'El Rei, hoje Belo Horizonte. Foi Senador pelo Estado de Minas Gerais.
    
     Em 15 de novembro de 1902, o ADVOGADO Mineiro Rodrigues Alves tomou posse como Presidente da República tendo o MÉDICO Mineiro Francisco Silviano de Almeida Brandão como seu Vice-Presidente.
    
     O MÉDICO Mineiro Francisco Silviano de Almeida Brandão faleceu em setembro de 1902, antes de sua posse. Para ocupar seu lugar, o ADVOGADO Mineiro Afonso Pena foi eleito Vice-Presidente, em 18 de março de 1903, e, empossado na Vice-Presidência, em 23 de junho de 1903.




Na PRESIDÊNCIA da REPÚBLICA.




     O ADVOGADO Mineiro Afonso Pena foi eleito Presidente da REPÚBLICA, em 1º de março de 1906, obtendo a quase totalidade de votos. Obteve 288.285 votos contra 4.865 votos do MILITAR Paraense Lauro Nina Sodré e Silva, e 207 votos do ADVOGADO Baiano Rui Barbosa.
    
     Em 1906 a população do BRASIL era de 20.000.000 de habitantes. Destes, 1.357.000 eram capacitados para votar. Apenas compareceram às urnas 300.000 eleitores, o que correspondia a 1,5% da população e 22,1% dos eleitores.    
    
     O ADVOGADO Fluminense Nilo Peçanha foi eleito, na mesma data, seu Vice-Presidente.
    
     Apesar de ter sido eleito com base na chamada Política do Café com Leite, realizou uma administração que não se prendeu de tudo a interesses Regionais.
    
     Incentivou a criação de FERROVIAS, e interligou a Amazônia ao Rio de Janeiro pelo FIO TELEGRÁFICO, por meio da expedição do MARECHAL Mato-grossense Cândido Mariano da Silva Rondon, mais conhecido como MARECHAL Rondon.  



     “Foto: - Na caricatura de O Malho, o ADVOGADO Afonso Pena é criticado por ter jovens em sua equipe”.



     Em 1906 adotou o padrão ouro, criando a Caixa de Conversão, fixando o câmbio à Libra, no valor de um Mil-réis para 15 Pence.
    
     Fez a primeira compra estatal de Estoques de Café, em vigor na REPÚBLICA Velha, transferindo assim, os encargos da Valorização do Café para o Governo Federal, que antes era praticada Regionalmente, apenas por São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro, que haviam assinado o Convênio de Taubaté.
    
     Essas medidas implicariam, mais tarde, em um período de grande prosperidade e controle inflacionário, interrompido com o advento da 1ª Guerra Mundial.
    
     Modernizou o Exército e a Marinha por meio do MARECHAL Fluminense Hermes Rodrigues da Fonseca, e incentivou a IMIGRAÇÃO.    
    
     Seu Lema era: - "Governar é Povoar", Lema absorvido e ampliado depois pelo ADVOGADO Fluminense Washington Luís: - "Governar é povoar; mas, não se povoa sem se abrir estradas, e de todas as espécies; Governar é, pois, fazer estradas".
    
     Seus Ministérios eram ocupados por políticos jovens e que respeitavam muito a autoridade dele. Estes jovens receberam a alcunha de Jardim da Infância.
    
     Chegou mesmo a declarar, em carta ao ADVOGADO Baiano Rui Barbosa, que a função dos Ministros era executar seu pensamento:
    
     "Na distribuição das pastas não me preocupei com a política, pois essa direção me cabe, segundo as boas normas do regime. Os ministros executarão meu pensamento. Quem faz a política sou eu".


    
     “Foto: - ADVOGADO Afonso Pena (1905)”.




     Foi um grande incentivador das FERROVIAS, sendo que se destaca em seu governo, a construção da ESTRADA de FERRO NOROESTE do BRASIL e da ligação das FERROVIAS Paulistas com as FERROVIAS Paranaenses, permitindo-se pela primeira vez, a ligação do Sudeste do Brasil com o Sul do Brasil por TREM.
    
     Em virtude de seu afastamento dos Interesses Tradicionais das OLIGARQUIAS, na chamada REPÚBLICA OLIGÁRQUICA, enfrentou uma crise por ocasião da sucessão.
    
     O ADVOGADO Fluminense David Morethson Campista (também economista), indicado pelo Presidente, foi rejeitado pelos grupos de apoio ao MARECHAL Hermes Rodrigues da Fonseca (principalmente pelo ADVOGADO Gaúcho Pinheiro Machado (também pecuarista), mais influente congressista daquela época).
    
     Ainda tentou indicar os nomes do ADVOGADO Paulista Campos Sales e do ADVOGADO Paulista Rodrigues Alves, sem sucesso.
    
     Em meio a tudo isso, iniciou-se também a Campanha Civilista, lançada pelo ADVOGADO Baiano Rui Barbosa.




MORTE.




     Acabou falecendo durante o mandato em 14 de junho de 1909, em meio à crise política gerada pelas disputas à sua sucessão, que se daria em 1910. E, pouco depois da morte de seu filho, o Mineiro Álvaro Pena.
    
     A Presidência foi transferida ao Vice-Presidente o ADVOGADO Fluminense Nilo Peçanha (também maçom).





HOMENAGENS.


     “Foto: - Estátua de Afonso Pena na Faculdade de Direito da UFMG”.



     É homenageado dando seu nome à cidade de Penápolis, à cidade de Conselheiro Pena e ao Centro Acadêmico da Faculdade de Direito da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), o CAAP (Centro Acadêmico Afonso Pena).
    
     Por ter sido seu fundador e primeiro diretor, a própria Faculdade é até hoje chamada carinhosamente de Vetusta Casa de Afonso Pena por seus alunos, ex-alunos, professores e funcionários, além de toda a comunidade acadêmica e jurídica que com ela interage.
    
     Em Belo Horizonte, dá seu nome à Avenida mais importante da cidade. De igual modo, em Campo Grande, Mato Grosso do Sul seu nome figura na principal Avenida.
    
     Também empresta seu nome a uma importante Avenida em Porto Velho, Rondônia. É também homenageado em São José dos Pinhais, Paraná (Região Metropolitana de Curitiba), dando nome ao principal aeroporto da cidade, o Aeroporto Internacional Afonso Pena.
    
     E na cidade de São José dos Campos, São Paulo foi dado seu nome a principal e mais movimentada Praça da Cidade a Praça Afonso Pena, que se localiza no centro da Cidade.
    
     No bairro da Tijuca, no Rio de Janeiro um logradouro tem sua denominação, a Rua Afonso Pena, que liga a Rua Mariz e Barros (Capitão-Tenente da Marinha) à Rua Haddock Lobo (Médico Fluminense).
    
     Na sua cidade natal, seu nome é dado a principal escola estadual do município Escola Estadual Affonso Penna.





De VOLTA às ORIGENS.



     No dia 13 de fevereiro de 2009 chegaram à histórica cidade de Santa Bárbara o Mausoléu e os Restos Mortais do Ex-Presidente da REPÚBLICA Afonso Pena.
    
     O traslado partiu do Cemitério São João Batista, no Rio de Janeiro, para o Casarão onde nasceu o Político e ADVOGADO.
    
     O monumento onde estavam os Restos Mortais de Afonso Pena, no Rio, foi inaugurado em 1912, e, provavelmente, esculpido na Itália.
    
     Ele foi construído em Mármore de Carrara pelo ESCULTOR Mexicano José Maria Oscar Rodolfo Bernardelli (também professor), artista mexicano radicado no Brasil no fim do século XIX.
    
     A figura, uma mulher chorando sobre a lápide de três toneladas, representa a PÁTRIA.
    
     O estilo do mausoléu é eclético, misturando neoclássico e art-nouveau.





COMPOSIÇÃO do GOVERNO.



     A Composição do Governo do 6º Presidente da REPÚBLICA do BRASIL, o ADVOGADO Mineiro Afonso Augusto Moreira Pena foi: - (Dados obtidos da Wikipédia).  




     01 - ADVOGADO Fluminense Nilo Peçanha – Vice-Presidente da REPÚBLICA.



     02 – ADVOGADO Paulista Rodrigues Alves e o ADVOGADO Sergipano Edmundo da Veiga – Secretaria da Presidência da REPÚBLICA.



     03 - Consultoria Geral da REPÚBLICA – ADVOGADO Cearense Tristão de Alencar Araripe Júnior.



     04 - Ministério da Justiça e Negócios Interiores – ADVOGADO Potiguar Augusto Tavares de Lira.



     05 - Ministério da MARINHA – ALMIRANTE Fluminense Alexandrino Faria de Alencar.



     06 - Ministério da GUERRA – MARECHAL Fluminense Hermes da Fonseca e o GENERAL-de-DIVISÃO Paulista Luís Mendes de Morais.



     07 - Ministério das Relações Exteriores – ADVOGADO Fluminense José Maria da Silva Paranhos Júnior (Barão de Rio Branco)



     08 - Ministério da Fazenda – ADVOGADO Fluminense David Morethson Campista.



     09 - Ministério da Indústria, Viação e Obras Públicas e o Ministério da Viação e Obras Públicas – ENGENHEIRO Baiano Miguel Calmon du Pin e Almeida.





Observações do escriba:




     1ª – A ELITE dos BACHARÉIS tinha tanto poder durante o BRASIL IMPERIAL e durante a REPÚBLICA VELHA (também chamada de 1ª REPÚBLICA), que, no caso do ADVOGADO Mineiro Afonso Augusto Moreira Pena ele chegou a ocupar os cargos de MINISTRO de: - 01 – Ministro da Agricultura, 02 - Ministro da Justiça, 03 - Ministro dos Transportes, 04 - Ministro do EXÉRCITO e 05 - Ministro da MARINHA, e, até de 06 - CONSELHEIRO do IMPERADOR Dom Pedro II (durante o IMPÉRIO naturalmente).  



     2ª – O ADVOGADO Mineiro Afonso Augusto Moreira Pena foi Diplomado pela FACULDADE de DIREITO da Universidade de São Paulo, no Largo de São Francisco, sede da BUCHA. Segundo consta nas CATEGORIAS ele era CATÓLICO e MAÇOM.



     3ª – Durante o seu Governo parece que ele criou dois cargos para dar-lhe apoio: - (A) - A Secretaria da Presidência da REPÚBLICA. (B) – A Consultoria Geral da REPÚBLICA.


    
     4ª – O total de MINISTÉRIOS eram apenas SETE.


    
     5ª - Na Wikipédia estão disponíveis seis referências e quatro bibliografias sobre Afonso Pena.



  
    
     Vejamos as PROFISSÕES dos integrantes do Gabinete Presidencial de Afonso Augusto Moreira Pena. – Fonte: - Wikipédia.



    

     01 - ADVOGADOS – O Presidente da REPÚBLICA (ADVOGADO) + O Vice-Presidente da REPÚBLICA (ADVOGADO) + Seis ADVOGADOS = Total de OITO ADVOGADOS.    



     02 – MILITARES – TRÊS.


     03 – ENGENHEIRO – UM.


     TOTAL – Oito ADVOGADOS + Três MILITARES + Um ENGENHEIRO = 12 Personalidades no Poder Executivo.




Vejamos a distribuição por REGIÕES GEOGRÁFICAS.




     01 – Região NORTE – NENHUM.


     02 – Região NORDESTE – QUATRO – Ceará – UM. Rio Grande do Norte – UM. Sergipe – UM. Bahia – UM.  


     03 – Região CENTRO-OESTE – NENHUM.


     04 – Região SUDESTE – OITO – São Paulo – DOIS. Minas Gerais – UM. Rio de Janeiro – CINCO.  


     05 – Região SUL – NENHUM.


     TOTAL – QUATRO do NORDESTE + OITO do SUDESTE = DOZE Personalidades.  




    
     Vejamos as informações que constam no Almanaque Abril de 1977 em relação às PROFISSÕES.




Governo do ADVOGADO Mineiro Afonso Augusto Moreira Pena – 15 de novembro de 1906 até 14 de junho de 1909.



    
     01 – Vice-Presidente - ADVOGADO Fluminense Nilo Peçanha.


     02 - Ministério da Justiça e Negócios Interiores – ADVOGADO Potiguar Augusto Tavares de Lira.


     03 - Ministério da MARINHA – ALMIRANTE Fluminense Alexandrino Faria de Alencar.


     04 - Ministério da GUERRA – MARECHAL Fluminense Hermes da Fonseca, MARECHAL Catarinense João Pedro Xavier da Câmara (interino) e o GENERAL-de-DIVISÃO Paulista – Luís Mendes de Morais (interino).


     05 - Ministério das Relações Exteriores – ADVOGADO Fluminense José Maria da Silva Paranhos Júnior (Barão de Rio Branco)


     06 - Ministério da Fazenda – ADVOGADO Fluminense David Morethson Campista.


     07 - Ministério da Indústria, Viação e Obras Públicas – ENGENHEIRO Baiano Miguel Calmon du Pin e Almeida.


    

     Há poucas alterações em relação à Wikipédia. 1ª – São apenas SEIS Ministérios. 01 - Ministério da JUSTIÇA e Negócios Interiores. 02 – Ministério da MARINHA. 03 – Ministério da GUERRA. 04 – Ministério das Relações Exteriores. 05 – Ministério da FAZENDA. 06 – Ministério da Indústria, Viação e Obras Públicas. Há o acréscimo do MARECHAL João Pedro Xavier da Câmara, um catarinense que ocupou interinamente o Ministério da GUERRA, portanto é da REGIÃO SUL. A Secretaria da Presidência da REPÚBLICA e a Consultoria Geral da REPÚBLICA não são mencionadas.  


    
     A Composição PROFISSIONAL ficaria assim:

    

    
     01 - ADVOGADOS – O Presidente da REPÚBLICA (ADVOGADO) + O Vice-Presidente da REPÚBLICA (ADVOGADO) + Quatro ADVOGADOS = Total de SEIS ADVOGADOS.    



     02 – MILITARES – QUATRO.


     03 – ENGENHEIRO – UM.

    
     TOTAL – Seis ADVOGADOS + Quatro MILITARES + Um ENGENHEIRO = 11 Personalidades no Poder Executivo.





A Composição por REGIÕES GEOGRÁFICAS ficaria assim.




     01 – Região NORTE – NENHUM.


     02 – Região NORDESTE – TRÊS – Ceará – UM. Rio Grande do Norte – UM. Bahia – UM.  


     03 – Região CENTRO-OESTE – NENHUM.


     04 – Região SUDESTE – SETE – São Paulo – UM. Minas Gerais – UM. Rio de Janeiro – CINCO.  


     05 – Região SUL – UM.


     TOTAL – TRÊS do NORDESTE + SETE do SUDESTE + UM do SUL = ONZE Personalidades no Poder Executivo.  





CATEGORIAS:





Nascidos em 1847.
Mortos em 1909.
Naturais de Santa Bárbara (Minas Gerais).
Candidatos à Presidência da REPÚBLICA do BRASIL.
Presidente do BRASIL.
Vice-presidente do BRASIL.
Ministros do Império do BRASIL.
Ministros do EXÉRCITO do BRASIL (Império).
Ministros da MARINHA do BRASIL (Império).
Ministros da JUSTIÇA do BRASIL (Império).
Ministros dos TRANSPORTES do BRASIL (Império).
Ministros da AGRICULTURA do BRASIL (Império).
Presidentes do Senado Federal do BRASIL.
Governadores de Minas Gerais.
Deputados Federais do BRASIL por Minas Gerais.
Professores da Universidade Federal de Minas Gerais.
Alunos da FACULDADE de DIREITO da UNIVERSIDADE de SÃO PAULO.
Brasileiros de Ascendência Portuguesa.
CATÓLICOS do BRASIL.
MAÇONS do BRASIL.
Presidentes do Banco do BRASIL.



    
     Esta página foi editada pela última vez às 19h41min de 10 de setembro de 2019.



    

     A luta contra a debilitante POLIOMIELITE (paralisia infantil) continua, e a luta a favor da inofensiva AUTO-HEMOTERAPIA, também continua.
      Se DEUS nos permitir voltaremos outro dia ou a qualquer momento. Boa leitura, boa saúde, pensamentos positivos e BOM DIA.
     ARACAJU, capital do Estado de SERGIPE, localizado no BRASIL, Ex-PAÍS dos fumantes de CIGARROS e futuro “PAÍS dos supostos MACONHEIROS ESQUIZOFRÊNICOS”.

    



Aracaju, quinta-feira, 21 de novembro de 2019.




       Jorge Martins Cardoso – Médico – CREMESE – 573.



    
      
    
     Fontes: (1) – INTERNET. (2) – GOOGLE. (3) – Wikipédia. (4) – Livro – “Chatô” o Rei do Brasil – Autor: - Fernando Morais. (5) – Livro – Minha Razão de Viver – Autor: - Samuel Wainer. (6) – Livro – O que é isso, companheiro? – Autor: - Fernando Gabeira. (7) - Livro – O Cavaleiro da Esperança – Autor: - Jorge Amado. (8) – Almanaque Abril de 1977 – Editora Abril – Página 77. (9) – SUPERIOR TRIBUNAL MILITAR (STM). (10) – SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL (STF). (11) - Outras Fontes.
jorge martins
Enviado por jorge martins em 21/11/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários


 
Site do Escritor criado por Recanto das Letras