Jorge Martins Cardoso

 

Um eterno aprendiz



Textos

A LIBERDADE... O TEMPO... A VERDADE... "Ao que tudo indica o Presidente Estadual do PT em Sergipe, o 'Doutor' CARVALHO SANTOS, está INELEGÍVEL em 2018. Política e POLÍCIA. (1ª parte).







A LIBERDADE... O TEMPO... A VERDADE... “Ao que tudo indica o Presidente Estadual do PT em Sergipe, o ‘Doutor’ Carvalho Santos, está INELEGÍVEL em 2018”. Política e POLÍCIA. (1ª parte).


    


“Os dignos enfrentam adversários de pé, OS TRAIÇOEIROS PISOTEIAM CADÁVERES”.
    
     – Jornalista Luiz Eduardo Costa, no JORNAL do DIA de Aracaju, em referência a Rogério Carvalho.



“Os ABUTRES estão mostrando as suas GARRAS ASQUEROSAS”.
    
     – Senador Antônio Carlos Valadares, no JORNAL da CIDADE de Aracaju, em referência a Rogério Carvalho.


     Divulgaremos uma série de artigos e notícias baseados principalmente no JORNAL da CIDADE de Aracaju, no SEMANÁRIO CINFORM de Aracaju e no JORNAL do DIA de Aracaju, capital de Sergipe. Faremos uma “pequena” retrospectiva.
     “Pequena” porque a sujeira é demais. E, sujeira política e lixo político, FEDEM demais. Principalmente quando se trata de PETRALHAS.  
     Neste caso a fedentina é insuportável e talvez até mortal.
     O PISOTEADOR de CADÁVERES e os ABUTRES de sua quadrilha que o digam!





O Nome de Rogério na Tuitada de Déda.



     JORNAL do DIA - Por – Jornalista Luiz Eduardo Costa. Publicado em 29 de julho de 2013.


    
     Retornando às Redes Sociais, agora reanimado pelas boas perspectivas de uma cura mais próxima, Déda procurou desfazer o Clima causado em face da sua Tuitada anterior, onde manifestou Mágoas que deixariam frágeis sua relação política com o Vice.
     Reafirmou então com clareza e lucidez sua afinidade com Jackson, e o incentivo para que ele se torne de fato e de direito, enquanto estiver no governo, o Protagonista decisivo das Ações Políticas e Administrativas que se fizerem necessárias e inadiáveis.
     Déda fez outra referência, dessa vez ao que tudo leva a crer dirigida aos Setores Internos do PT, que, como é sabido, se agrupam no organismo partidário em tendências que disputam a hegemonia.
     O nome citado como interlocutor do partido junto ao Governador em Exercício foi o do deputado federal Rogério Carvalho, que agora tenta continuar na Presidência do PT, tendo como opositor mais direto o atual Chefe da Casa Civil Sílvio Santos, um dos amigos históricos de Déda.
     Deputado, detentor assim de um mandato e portador de influências na Cúpula Nacional Petista, Rogério mostra-se perfeitamente afinado com a visão de Jackson para 2014.
     No dia seguinte, quando o Bloco Governista e até aqueles que se dispõem a dar suporte na enfraquecida base parlamentar, festejavam a manifestação de Déda, o Chefe da Casa Civil Sílvio Santos em entrevista a Jornalistas no “Cabaré¨, vergasta, ou seja, condena, desaprova, amaldiçoa, denuncia, exclui, e mais sinônimos existam, qualquer forma de aproximação com o DEM.
     E foi surpreendentemente mais longe ainda: - Acenou com a possibilidade concreta de uma Nova Aliança (não no sentido bíblico naturalmente) com o PSC, do empresário Edivan Amorim, cuja obsessão é eleger Governador o atual Senador Eduardo Amorim, o mais provável adversário de Jackson.  
     Parece que o deputado Augusto Bezerra do DEM, agiu precavidamente ao rever a participação no governo da sua irmã, a qualificada educadora Ada Augusta.
     Certamente ele pressentia manifestações assim tão surpreendentes vindas do próprio PT, que deixariam a ele e à sua irmã em situação desnecessariamente constrangedora, isso para não falar nos constrangimentos agora causados ao próprio Jackson.
     Enfim, a palavra é um direito de todos, ainda mais quando se é personagem política da cúpula de um partido e que se ocupa o cargo notoriamente importante e estratégico de Secretário Chefe da Casa Civil.  
     Diante do que sucedeu a pergunta a merecer resposta pronta seria: - Qual a condição que terá o vice em exercício Jackson Barreto para prosseguir nas suas até agora bem sucedidas tratativas visando reconstruir a fragilizada base.








Rogério e o Futuro do PT em Sergipe.



     JORNAL do DIA (de Aracaju) - Por – Jornalista Luiz Eduardo Costa. Publicado em 13 de outubro de 2014.



     O deputado federal Rogério Carvalho, Presidente Estadual do PT, poderá ter cometido um erro de avaliação quando decidiu ser candidato ao Senado.
     E o erro se tornaria maior em face das circunstâncias dolorosas da MORTE e da comoção surgida com o desaparecimento prematuro do governador Marcelo Déda, personagem tão fortemente presente nos anos em que ocupou o centro do palco político sergipano.
     Para todas as pessoas minimamente dotadas da capacidade de avaliar o momento político e seus desdobramentos, a chapa ideal a ser montada seria a de Jackson para o governo, a viúva Eliane Aquino para o Senado indicada pelo PT, e o vice, indicado pelo aliado PSB do senador Valadares.
     Seria, todos anteviam, uma chapa imbatível e, diante dela o DEM já estudava a alternativa de fazer a senadora Maria do Carmo, disputar uma cadeira na Assembleia Legislativa, garantindo uma legenda farta para abrigar outros candidatos do partido.
     Maria não seria infensa a essa opção. Eliane Aquino não tinha contra ela um alto índice de rejeição, muito pelo contrário, e se mostraria uma candidata competitiva, não só pela associação do seu nome a Marcelo Déda, como pela capacidade de articulação política que revela sua facilidade de expressão, dando fluência e conteúdo ao discurso, parecendo, em certos momentos, ser inspirada pelo notável orador que era Marcelo Déda.
     Toda essa possibilidade perdeu-se quando veio à tona a informação que se mostrou inverídica, de que Eliane não estaria filiada ao PT, e alguns não dando crédito ao que ela afirmava, foram até mesmo grosseiros.
     Rogério conquistou a Presidência do PT numa disputa traumática e repleta de deploráveis incidentes.
     Eleito, Rogério se recompôs e com muita habilidade foi emendando fraturas. Conseguiu passar a imagem de um PT unido após a refrega.
     Daí a tornar-se candidato ao Senado foi apenas mais um passo, dado com muito risco, no momento em que as pesquisas mostravam um cenário completamente adverso.
     Durante a campanha Rogério foi mesmo o “trator” que se esperava, e quase ao final consegue ultrapassar Maria do Carmo que entrou no páreo com mais de cinqüenta por cento das intenções de votos e foi caindo, enquanto Rogério subia.
     Isso apesar de ter contra ele a grande maioria dos médicos sergipanos, seus colegas, mas que por motivos ainda não claramente explicados, o detestam com fervor.
     Não houve tempo para a esperada ultrapassagem, e Rogério perdeu a eleição. Com isso o PT sai enfraquecido, perdendo um deputado federal, o eficiente Márcio Macedo.
     O deputado estadual João Daniel será o único representante sergipano do PT na Câmara Federal. Ele conseguiu eleger-se graças à força eleitoral do MST, e de ter contado com a participação de grande parte dos movimentos sociais, onde é visto como um atuante companheiro de lutas.
     Também na Assembleia a presença petista se reduz com a saída da eficiente deputada Conceição Vieira, permanecendo, reeleitos, Francisco Gualberto, o mais aguerrido parlamentar petista, caso os votos de Sukita não venham a ser validados, e Ana Lúcia, mais uma vez reeleita com a força dos filiados ao Sindicato dos Professores.
     Rogério deixará a Câmara Federal, o que será uma perda para o PT e para Sergipe, porque ele é um deputado com boa atuação em Brasília.
     Como Presidente do PT Rogério terá de reanimar-se e reanimar os companheiros, que precisarão ainda de mais alento caso Dilma Rousseff não venha a ser eleita.
     Se ela continuar Presidente Rogério poderá ser chamado a participar do novo governo em Brasília.
     Que os seus colegas médicos sergipanos não saibam disso, senão, poderiam até voltar-se contra Dilma.





CONFIARIA SUA SAÚDE A UM MÉDICO COM 26 EMPREGOS?


     SEMANÁRIO CINFORM (de Aracaju), 03 de novembro de 2014, caderno 01, 1ª página.


    
     Pois esse tipo existe e está abrigado na Fundação Hospitalar de Saúde de Sergipe - FHS -, ganha um supersalário de R$ 46.497,25 e certamente não terá tempo de fazer nada a favor da saúde de ninguém.
     O pior é que ele não está sozinho nesse desmando da FHS.
     Segundo o TCE, há ali nove médicos com salários que vão de R$ 30.366,28 aos espetaculosos R$ 46.497,25.
     A FHS tem 1.510 cargos a mais do que o permitido - são 4.275 em face de apenas 2.765 previstos por lei.
     Por isso que 83,15% dos recursos dela - R$ 408 milhões dos R$ 557 milhões destinados pelo Estado - vazam pelo ralo da folha.
     O TCE suspendeu por 90 dias o último concurso da Fundação. Não seria por essas coisas que o Estado estaria falido?      
    




TCE denuncia MÉDICO com 26 EMPREGOS e SUPERSALÁRIOS de até R$ 46 mil na FHS.


     SEMANÁRIO CINFORM (de Aracaju), 03 de novembro de 2014, caderno 01, página 6.


    
     Fundação gasta aproximadamente 83,15% com folha de pagamento. Dos R$ 557.168.003, 44 destinados a ela pelo Estado, R$ 408.699.175,55 é para funcionalismo.
     ILEGAL E IMORAL - Existem hoje, nos quadros da FHS, 4.275 cargos. Porém, apenas 2.765 são previstos por lei. Ou seja, segundo relatório do TCE, 1.510 cargos (com provimentos) estariam irregulares.
     "Como pode um servidor cumprir três contratos com a Fundação e mais 22 contratos em instituições particulares?”, indaga o conselheiro Clóvis Barbosa.
     Na época, quem expôs o problema e dissecou a baderna do sistema de Saúde do Estado, foi o diretor do hospital, o médico cirurgião Marcos Krong.
     Providências a serem tomadas: regularização formal dos quadros funcionais, proibição do acúmulo ilegal de cargos ou empregos públicos, implantação do registro biométrico para controle de frequência de trabalho, recusa da prestação de serviços de servidores próprios da FHS por meio de empresas contratadas, redução drástica no pagamento de horas extras e pagamento do servidor até o limite do subsídio do Governo.      
    






PEGOU – Repercutiu NEGATIVAMENTE a NOTA produzida pelo PT.


     JORNAL DA CIDADE (de Aracaju), 05 de novembro de 2014, caderno A, página 2, coluna PERISCÓPIO.



     PEGOU - Repercutiu negativamente a nota produzida pelo PT na semana passada, na qual o presidente da legenda, Dr. Carvalho Santos, diz que aguarda o convite do governador Jackson Barreto (PMDB) para discutir os espaços do partido no governo.
     Avalia-se que não foi o momento ideal para fazer esse tipo de pedido, uma vez que outros partidos ainda estão calados e o governo diz estar em crise financeira e deve reduzir o número de secretarias.  
    






FUNDAÇÃO da Saúde. Erro ou BANDALHEIRA mesmo?


     JORNAL do DIA (de Aracaju) – Por – Jornalista Luiz Eduardo Costa - Publicado em 08 de novembro de 2014.



     Clóvis Barbosa é jurista, e no cargo de Conselheiro do Tribunal de Contas (TC), tem usado seus conhecimentos para flagrar irregularidades que agridem mais a LEI do que a simples racionalidade administrativa.
     Assim, para ele, no minucioso relatório que elaborou sobre a malsinada Fundação, existiriam ilegalidades capituladas no Código Penal a merecer atenção do TC, cujo plenário aprovou a sugestão por unanimidade.
     A decisão fortalece a posição do Governador Jackson Barreto, que mudou o comando da Fundação logo que assumiu o governo, determinando rigoroso acompanhamento do rastro dos recursos ali consumidos avidamente.
     O que aconteceu será clamoroso erro, ou inimaginável BANDALHEIRA.
     Déda, homem íntegro, político exemplar, se vivo fosse estaria triste, indignado, e aplaudindo o que fazem Clóvis, o TC e Jackson.







FUNDAÇÃO HOSPITALAR de SAÚDE (FHS) terá que devolver todo DINHEIRO que gastou com SALÁRIOS de até R$ 50 MIL.


     SEMANÁRIO CINFORM (de Aracaju), 08 de dezembro de 2014, caderno 01, página 6.
    

     No HUSE, onde alguns médicos recebem quase R$ 50 mil e falta até sabão. Na última semana, a Fundação Hospitalar de Saúde - FHS - se envolveu em mais um capítulo da imensa NOVELA que se transformou a Gestão de Saúde Pública em Sergipe.
     Agora, quem está de olho nas contas é o Ministério Público do Estado - MP/SE.
     A Fundação Hospitalar de Saúde - FHS - aglomera escândalos, e é ré em inúmeros processos dos Ministérios Públicos, Estadual e Federal. (...) E ainda aquela empresa de parceria público-privada, idealizada pelo deputado federal Carvalho Santos, ainda em 2007, quando ele era Secretário de Saúde.
     Dr. Carvalho Santos terá que devolver R$ 2.295.864,46 aos cofres públicos.
     Dr. Carvalho: - PROCURADO PELA JUSTIÇA, sequer deu ESCLARECIMENTOS. Segundo o MP/SE, o desfalque é decorrente de inúmeras irregularidades na época em que era Secretário de Saúde. Ele dificultou o acesso da Justiça e tem bens bloqueados.
     Aproximadamente 2,3 milhões esse é o prejuízo de que é acusado o ex-secretário de Saúde e deputado federal Carvalho Santos, aos cofres do Estado de Sergipe. O cálculo é do Ministério Público Estadual - MP/SE -, que, imbuído de todo o interesse de preservar o erário, hoje move uma Ação Civil Pública por prática de Ato de Improbidade Administrativa, em que Carvalho Santos figura como réu.
     Segundo o MP/SE, o desfalque no erário é decorrente de inúmeras irregularidades por causa da dispensa de licitação, no convênio de nº 13/2007, em que a empresa RRC Construções Ltda., representada legalmente por Ricardo José Roriz Silva Cruz, o ex-prefeito Santana, figura como recebedora de pagamento.
     Naquela época, ano de 2007, o deputado era secretário da Saúde do Estado de Sergipe. Como se não bastasse ter incorrido em crime contra o patrimônio público, ao não realizar nenhum processo licitatório, nesse convênio específico, Rogério Santos, de acordo com a ação do MP/SE cometeu outro erro, (e porque não dizer crime), gravíssimo: o de acrescentar 25% em cima do tal valor do convênio com a RRC, imediatamente após ter firmado o tal contrato emergencial sem licitação.
     O MP/SE ainda pediu a Suspensão dos Direitos Políticos e a reparação pelo Dano Moral Coletivo.
     A decisão ainda prevê quebra de sigilo bancário, via pesquisas no sistema INFOJUD e BANCEJUD, a partir de 2007, época da tal dispensa de licitação, e ainda também a indisponibilidade de todos os veículos que estão em nome do réu.
     PROCURA-SE – (...) Uma dessas propriedades listadas no processo são os imóveis situados nos lotes 57 e 58, da Rua D, quadra 5, Condomínio Ravines; e na Avenida Perimetral A Sul, nº 855, no Mosqueiro.
     Segundo o magistrado João Hora Neto, houve INFINDÁVEIS TENTATIVAS DE NOTIFICAR O RÉU. Porém, o deputado nunca foi encontrado no endereço indicado como o residencial dele, aqui em Aracaju, na Avenida Professor Acrísio Cruz, 147, Condomínio Praias do Haiti, Edifício Morea, apartamento 702, BAIRRO 13 de JULHO. Ainda este ano, no dia 16 de setembro, um oficial o procurou neste local.
     Os oficiais o procuram, desde 2013, neste local, porque o deputado, já citado em outro processo no MP/SE, o forneceu como sendo a residência oficial.    
    





PT nº 01 e PT nº 02.



     JORNAL DA CIDADE (de Aracaju), 10 de dezembro de 2014, caderno A, página 2.


     PT 1 - Foi bastante tensa a reunião da executiva estadual do PT no último sábado. Novamente, o grupo do deputado federal Carvalho Santos quis atribuir a derrota dele na disputa pelo Senado a setores do partido, numa crítica direta ao bloco do deputado federal Márcio Macêdo, da deputada estadual Conceição Vieira e da ex-primeira dama Eliane Aquino. O Clima esquentou.
     A secretária Eloisa Galdino sugeriu então a Rogério que chamasse Eliane para fazer o debate, mas ele recusou.
    
     PT 2 - Já a corrente da deputada estadual Ana Lúcia Menezes aproveitou o evento do sábado para criticar o governador Jackson Barreto (PMDB) pelas medidas administrativas que estão sendo tomadas para conter despesas.
     O grupo dela encaminhou, inclusive, moção contra as decisões do governo. Dr. Carvalho Santos teve dificuldades para retomar o controle da reunião das mãos de Ana Lúcia. Ele só conseguiu após acordar com o grupo de Márcio Macêdo a exclusão de pontos polêmicos da resolução.      
    




Dr. ROGÉRIO SANTOS – JUIZ pede QUEBRA de SIGILO BANCÁRIO.

    
     JORNAL DA CIDADE (de Aracaju), 10 de dezembro de 2014, caderno A, página 3.



     O JUIZ João Hora Neto, da 21ª Vara Cível, determinou a quebra do sigilo bancário e fiscal do deputado federal CARVALHO SANTOS, presidente estadual do PT, além do bloqueio de cerca de R$ 2,3 milhões por supostos prejuízos causados aos cofres públicos do governo estadual. Ficou determinada também a indisponibilidade de veículos que estejam em nome do parlamentar.
     Na ação, o juiz também determinou que fosse oficiada à Junta Comercial de Sergipe, para informar, no prazo de cinco dias, acerca da existência de empresa em nome do réu e, em caso positivo, tornar as cotas sociais indisponíveis.
     O processo tramitava em segredo de justiça até o dia 2 de dezembro deste ano.  
    



SEM DEFESA.



     JORNAL DA CIDADE (de Aracaju), 11 de dezembro de 2014, caderno A, página 2.



     O vereador Emmanuel Nascimento (PT) disse que o deputado federal Rogério Santos (PT) precisa ter garantido o seu direito de defesa, para que as ações judiciais contra ele não pareçam perseguição. Emmanuel se referiu a uma decisão que obriga Carvalho a devolver dinheiro aos cofres públicos. A assessoria do petista diz que ele não foi citado no processo.      
    



     A luta contra a debilitante POLIOMIELITE (paralisia infantil) continua, e a luta a favor da inofensiva AUTO-HEMOTERAPIA, também continua.
      Se DEUS nos permitir voltaremos outro dia ou a qualquer momento. Boa leitura, boa saúde, pensamentos positivos e BOM DIA.
     ARACAJU, capital do Estado de SERGIPE, localizado no BRASIL, Ex-PAÍS dos fumantes de CIGARROS e futuro “PAÍS dos supostos MACONHEIROS ESQUIZOFRÊNICOS”.

    
Aracaju, sexta-feira, 24 de agosto de 2018.




       Jorge Martins Cardoso – Médico – CREMESE – 573.




     Fontes: (1) – Recanto das Letras (textos anteriores). (2) – JORNAL da CIDADE (arquivo pessoal). (3) – SEMANÁRIO CINFORM (arquivo pessoal). (4) – JORNAL do DIA (arquivo pessoal). (5) – OUTRAS FONTES.






jorge martins
Enviado por jorge martins em 24/08/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários


 
Site do Escritor criado por Recanto das Letras