Jorge Martins Cardoso

 

Um eterno aprendiz



Textos

A LIBERDADE... A ARTE... A VERDADE... A VONTADE... "Não existem doenças. Existe doentes. Alfabeto, Jogo, Música, Números e DEUS". (4ª parte).






A LIBERDADE... A ARTE... A VERDADE... A VONTADE... “Não existem doenças. Existem doentes. Alfabeto, Jogo, Música, Números e DEUS”. (4ª parte).





É PRECISO SABER VIVER – 4º ATO.
    
  

     Os dias iam passando muito lentamente e nada do misterioso NÚMERO voltar. Decidi ir à PRAÇA muito FLORIDA conversar com sete BEIJA-FLORES especiais. Tomei a precaução de conversar com eles um pouco afastado da ROSA cantora. Geralmente cantoras e cantores têm uma audição muitos apuradas. Os músicos mais ainda.
     - Fui perguntando aos BEIJA-FLORES: - Vocês conhecem a ROSA cantora?
     - Conhecemos muito bem disseram todos os sete BEIJA-FLORES de uma só vez. Nós passamos muito tempo perto da ROSA para ouvir as sublimes MÚSICAS que ela canta! Canta muito bem.
     - É VERDADE que a ROSA tem um amigo que é um NÚMERO?
     - É VERDADE disseram eles simultâneamente. Você precisa ver como os dois conversam. Ela gosta de Cantar sozinha e às vezes com outras FLORES. O NÚMERO misterioso gosta de jogar bastante um JOGO ESQUISITO com um BEIJA-FLOR que ele apelidou de BEIJA-FLOR NÚMERO 8.
     - Mas, quando ela para de Cantar e ele para de Jogar, os dois se reúnem e conversam bastante. Às vezes o NÚMERO misterioso joga o JOGO ESQUISITO com a ROSA cantora.  
     - E tem um fato curioso. Muitas vezes eles conversam tão baixinho que ninguém consegue ouvir nada mesmo ficando a um metro de distância.  
     - Quando os dois conversam normalmente, geralmente são assuntos muito alegres e interessantes. Quando conversam baixinho não dá para ouvir. De jeito nenhum!
     - E qual é o número do NÚMERO? – Isto nós não sabemos. Nem o BEIJA-FLOR número 8, que Joga com o NÚMERO misterioso, conta pra gente...
     - Tenho uma missão para vocês já que vocês são considerados os sete BEIJA-FLORES mais VELOZES deste JARDIM. É o que todos afirmam. Massagear o Ego dos BEIJA-FLORES é coisa fácil. Massagear a MEDULA é um pouco mais difícil. Depois eu ensino aos leitores...  
     – É muita gentileza de sua parte responderam eles.  
     - Qual é a missão?
     Respondi: - 1º - Localizar o NÚMERO misterioso. 2º - Transportá-lo para nossa PRAÇA e nosso JARDIM. 3º - Descobrir o VERDADEIRO número do NÚMERO misterioso. Vocês já o viram muitas vezes de perto e saberão reconhecê-lo com facilidade.
     - Reconhecê-lo é fácil. Mas, onde ele está? Perguntaram os sete BEIJA-FLORES.
     - A ROSA cantora disse-me que o NÚMERO misterioso, que é muito amigo dela, tinha ido visitar Rainhas e Reinados.
     - Como aconteceu um Casamento Real recentemente na Inglaterra ele deve ter ido ou ao Castelo de Windsor, ou ao Palácio de Buckingham ou, o que é mais provável, ao Palácio de Bleinheeim. Essas três edificações são muito antigas e são muito conhecidas. E as três edificações ficam na Inglaterra.  
     - Os sete BEIJA-FLORES arregalaram os olhos e perguntaram: - E como nós chegaremos num país tão distante assim? Teremos que atravessar o Oceano Atlântico!
     - Vocês irão e voltarão da Inglaterra num avião da Força Aérea Brasileira (FAB).
     - E cadê a autorização do Ministério da Aeronáutica? Perguntaram os BEIJA-FLORES.  
     - Eu já fiz um ofício respeitoso para o Oficial General Nivaldo Luiz Rossato, Comandante da Aeronáutica do Brasil, informando que vocês são sete DUQUES brasileiros parentes de sete MARQUESAS inglesas.    
     - E mais. Disse ao Comandante da FAB que vocês eram descendentes de REIS e RAINHAS.
     - Quais REIS e quais RAINHAS? Do JOGO dos REIS ora bolas! Tanto assim que um dos seus amigos, o BEIJA-FLOR número 8, joga com REIS e RAINHAS quase todos os dias com o misterioso NÚMERO. É ou não é?
     - Vocês acabaram de confirmar ainda há pouco, que vê quase todos os dias o BEIJA-FLOR número 8 jogar um JOGO ESQUISITO com o NÚMERO misterioso. O nome daquele JOGO ESQUISITO é chamado de JOGO dos REIS.
     - Se no jogo tem REIS também tem RAINHAS. Tô certo ou tô errado? Certo e correto disseram os BEIJA-FLORES.  
     - Vocês são NOBRES e fazem parte do PATRIMÔNIO do PLANETA TERRA. Lembrem-se: - Vocês são DUQUES e descendentes de REIS e RAINHAS. Lembrem-se também do JOGO dos REIS.
     - Eu ia falar do BARÃO de Mauá, do VISCONDE de Mauá, de Príncipes e Princesas, etc. Será que valeria a pena?  
     - Convencidos e satisfeitos com a explanação, os SETE BEIJA-FLORES partiram para a Inglaterra, inclusive com passaporte, que, diga-se de passagem, nem necessitava, pois eles têm Imunidade Diplomática Mundial.  
     Fiquei refletindo... Voar e Sonhar são coisas muito boas. Principalmente Sonhar.


01 - ######################################.  
02 - ######################################.
03 - ######################################.
04 - ######################################.
05 - ######################################.
06 - ######################################.
07 - ######################################.


    

     Esperei com muita calma passarem sete dias. No oitavo dia chegaram os sete BEIJA-FLORES todos sorridentes. Um deles já estava portando um Tabuleiro de Xadrez. Dois BEIJA-FLORES começaram a jogar uma partida. E como jogavam? Fiquei boquiaberto. E silencioso. Observei que eles estavam mais alegres e até mais fortes. Dois jogando e os outros cinco não despregavam os olhos do jogo. Vou anotar no meu diário. Viajar, voar e sonhar também faz bem a SAÚDE.  
     Depois que concluíram a brilhante partida indaguei: - Cadê o NÚMERO misterioso. Qual é o número do NÚMERO?
     - Os sete BEIJA-FLORES responderam: - Aprendemos a Jogar Xadrez com ele, jogamos muitas partidas com ele, conversamos muito com ele, porém ele não disse o número dele.
     - O NÚMERO misterioso já está lá na nossa PRAÇA FLORIDA. Nem passou na banca de revistas para comprar o jornal preferido dele. O NÚMERO instigante disse que ia primeiro encontrar-se com a ROSA cantora.
     - Entretanto ele nos garantiu que ia mandar alguém telefonar para você. Tenha Santa Paciência ou tenha Paciência de Santo.
     - Sem pedir licença, voltaram rapidamente para a mesa onde estavam jogando anteriormente.
     - Outros dois BEIJA-FLORES organizaram as Peças no Tabuleiro de Xadrez para começar outra partida. Um disse pro outro. – O lugar do REI é aqui. O lugar da RAINHA é aqui. Um é vizinho do outro...  
     - Os outros cinco BEIJA-FLORES ficaram observando intensamente e silenciosamente.
     - Pensei comigo: - Tô fu...! Parece que nem existo! Criei uma EPIDEMIA. Uma EPIDEMIA de boa cepa e de boa índole... Acho...
     - Sessenta e quatro minutos depois, o meu novo TELEFONE CELULAR com 64 botões tocou. Meu TELEFONE CELULAR anterior tinha 500 botões, mas, foi roubado por um PETRALHA esquerdopata e fascista. Grande novidade...
     Botei meus óculos e li o visor. Era a ROSA cantora.
     - Com uma mão só, apertei os 64 botões de uma só vez.
     - Bom dia ROSA. Mande as ordens.
     - O meu NÚMERO amigo quer falar com você pessoalmente aqui no JARDIM da PRAÇA na minha presença. Você pode vir agora?
     - Respondi: - Já estou voando pra aí! “Voei” a 364.000 quilômetros por hora. Acho que ultrapassei a velocidade da luz. Não tenho certeza. Meu velocímetro não é muito confiável. Não importa. “Minhas mentes” são mais rápidas, pois visitam o SOL várias vezes por dia em fração de segundos.
     - Cheguei ao JARDIM esbaforido, hiperpneico, com uma taquicardia de 448 batimentos cardíacos por minuto. Quase estuporei. Explode coração!
     O NÚMERO enigmático estava de costas, Jogando XADREZ com o BEIJA-FLOR número 8.  
     - A ROSA adiantou-se e disse: - Meu NÚMERO amigo autorizou-me a dizer-lhe que ele é conhecido pelo NÚMERO 4.
     - O meu romântico coração baixou os batimentos para 64. Bradicardia! Mas, estava normopneico. Eu, estando na 5ª idade, só não fui pro “segundo andar” por causa disso: - Pulmão Valente!    
     - Fui cumprimentar meu antigo conhecido de outros arraiais, com um abraço fraterno. Antes de virar para mim ele disse para o BEIJA-FLOR número 8: - Xeque Mate!
     - O NÚMERO 4 é rápido no gatilho. Perdão. Rápido no raciocínio... Eu já estava desconfiado de que o NÚMERO misterioso era o NÚMERO 4. Mesmo assim a emoção foi forte. Daí a taquicardia ter mudado rapidamente para a bradicardia. Sem direito a arritmia.  
    - Há quanto TEMPO não nos encontramos! O NÚMERO 4 deu-me um forte abraço. Conversamos durante exatamente quatro horas. Sempre na presença da ROSA Cantora.  
     Depois da conversa (o conteúdo não será revelado na íntegra), o NÚMERO 4 pediu a ROSA para ela cantar algumas MÚSICAS. Ela cantou alegremente exatamente oito MÚSICAS.  
     - A ROSA descansou quatro minutos apenas e disse dirigindo-se ao NÚMERO 4: - Posso cantar mais quatro músicas?
    - O NÚMERO 4 respondeu: - É claro que pode. A ROSA cantou uma música de ALCIONE, uma música de Gal Costa, uma música de Clara Nunes e uma música de Maria Betânia. Um espetáculo! Quatro músicas depois de quatro minutos...
     Depois de quarenta e quatro minutos a cantora ROSA olhou pra mim e falou: - Como você é amigo do meu amigo NÚMERO 4, posso cantar mais sete músicas?  
     - Respondi de pronto. É uma grande honra para mim! E a ROSA cantou mais sete músicas. Diga-se a VERDADE. Quando ROSA canta parece que nós estamos diante de uma ORQUESTRA SINFÔNICA. Que coisa! Sete músicas depois de quarenta e quatro minutos...
     Observação do escriba: - Ao fazer referência ao ARRAIAL, é uma homenagem antecipada ao mês de junho, mês das FESTAS JUNINAS.
     Tudo bem que era um dia muito especial para o NÚMERO 4 e para ROSA ou vice-versa. Ou a SAUDADE não é mais um SENTIMENTO importante? Sim ou não?
     O que me deixou intrigado foi a sequência da quantidade de músicas. Oito músicas, quatro músicas e depois sete músicas. E, quatro minutos de um lado, quarenta e quatro minutos do outro! Por quê?          
     Na conversa de quatro horas, o NÚMERO 4 disse-me que foi localizado pelos sete BEIJA-FLORES, quando ele estava no Palácio de BLEINHEEIM conforme eu previra ESOTERICAMENTE.
     - Despedi-me dos três amigos (o BEIJA-FLOR, a ROSA e o NÚMERO 4) e retornei para casa.
     Chegando em casa os BEIJA-FLORES ainda estavam JOGANDO XADREZ. Avisei que depois da partida gostaria de conversar com eles.
     Fui logo dizendo que o NÚMERO 4 era o número do NÚMERO misterioso. Por que NÚMERO 4? Disse aos meus amigos BEIJA-FLORES que não sabia.      
    



Observações do escriba:


    
     1ª – A história do NÚMERO 4 (10.000 anos atrás – infinito) encontra-se no final do 1º ATO, durante quase todo o 2º ATO e no 3º ATO. Por enquanto. Exímio enxadrista, matemático, uma espécie de pacificador, e que, juntamente com os números 1, 2 e 3, cantaram a música “FORÇA ESTRANHA”.  
    
     2ª – O Palácio de BLEINHEEIM tem muito a ver com a história do Pai de WINSTON CHURCHILL, Lorde RANDOLPH CHURCHILL (1849-1895), - 45 anos -, que morreu jovem em decorrência de uma Paralisia Progressiva Generalizada, acompanhada de Distúrbios Mentais de etiologia SIFILÍTICA.
    
     3ª – O Palácio de BLEINHEEIM está relacionado com a história do Pai (um lavrador de nome ainda desconhecido por nós) do médico ALEXANDER FLEMING (1881-1955), - 73 anos -, que descobriu a penicilina em 1928, - seu trabalho não foi valorizado na época – e que foi retomado durante a Segunda Guerra Mundial (1939-1945), com o apoio de outros estudiosos e cientistas, e principalmente com a participação Gananciosa da Indústria Farmacêutica dos EUA.  
    
     4ª – O Palácio de BLEINHEEIM é ligado à vida de ALEXANDER FLEMING onde ele tinha um laboratório rudimentar, no qual foi feita a descoberta acidental da penicilina. Lorde RANDOLPH CHURCHILL permitiu o uso do local, por que ALEXANDER FLEMING havia salvado a vida de WINSTON CHURCHILL de um afogamento. Segundo a nossa prestimosa Wikipédia tal fato não passa de uma FÁBULA.
    
     5ª – O Palácio de BLEINHEEIM, foi onde nasceu, viveu sua infância e parte da sua adolescência, o famoso WINSTON CHURCHILL (1874-1965), - 90 anos. Orador e estadista brilhante, jornalista, escritor e pintor, esteve envolvido com a política britânica (Partido Conservador e depois Partido Liberal). Porém, notabilizou-se enormemente como Primeiro Ministro do Reino Unido, durante a Segunda Guerra Mundial. Através de seus discursos inflamados incentivava a população e os militares britânicos a resistirem corajosamente contra o Nazismo.
    
     6ª – WINSTON CHURCHILL (1874-1965) e JORGE MARTINS (1950 - 5ª idade - ainda vivo) têm muito em comum e algo de incomum. CHURCHILL fumava CHARUTOS cubanos compulsivamente e bebia UÍSQUE como se fosse água. O escriba fuma CIGARROS Hollywood brasileiros e bebe CERVEJA bem gelada, brasileira e bem devagarzinho. Se CHURCHILL fumava e bebia porque eu não posso fumar e beber? E tem mais: - Ele era filho de DEUS. Eu sou filho de DEUS. Desatem o NÓ!
    
     7ª - O algo incomum é que ele era da NOBREZA e eu sou da POBREZA. Tolice. Ganho na Mega-Sena e está resolvido o problema. Compro um título de NOBRE. O obstáculo é que eu nunca jogo na Mega-Sena. Eu só jogo o JOGO dos REIS. Embora esteja mais interessado em RAINHAS. Escrevo da NOBREZA britânica e jogo um jogo que tem REIS e RAINHAS!   Assim, sinto-me no meio da NOBREZA... Entendem?
    
     8ª – O Palácio de BLEINHEEIM tem alguma coisa a ver com o médico carioca Dr. LUIZ MOURA (04 de maio de 1925 – 07 de junho de 2016), - 91 anos -, que foi casado com a Farmacêutica VERA MOURA (15 de janeiro de 1927 – 11 de fevereiro de 2018), - 91 anos. Por quê?  
    
     9ª – No DVD gravado pelo Dr. LUIZ MOURA, o médico carioca afirma que assistiu pessoalmente a uma palestra do médico ALEXANDER FLEMING na Cidade do Rio de janeiro em 1951. Realmente, Dr. FLEMING esteve na Cidade de São Paulo, na Cidade do Rio de Janeiro e na Cidade de Petrópolis em 1951. O que eu estou relatando agora está muito bem documentado. Na palestra que o médico e cientista Dr. LUIZ MOURA assistiu, Dr. FLEMING falou do laboratório rústico no Palácio da Família CHURCHILL.      
    
     10ª – O Pai do médico Dr. LUIZ MOURA era o médico Dr. PEDRO MARIA MOURA. Não temos ainda mais informações sobre Dr. PEDRO MOURA. É uma questão de TEMPO.
    
     11ª – Na mencionada palestra (acima citada), Dr. FLEMING contou parte da sua história, e, entre os episódios, relata que salvou a VIDA de WINSTON CHURCHILL por duas vezes. A primeira do afogamento (período infantojuvenil dos dois), e, a segunda vez durante a Segunda Guerra Mundial (1939-1945), quando CHURCHILL estava com um quadro grave de PNEUMONIA, à beira da morte, no Norte da África. Ao contrário da ficção que estamos escrevendo, ALEXANDER FLEMING não viajou para o Norte da África nas asas de um BEIJA-FLOR, mas sim em aviões da RAF.    
    
     12ª – Lá então lhe foi aplicada a penicilina, uma descoberta do Dr. FLEMING, e, que foi aperfeiçoada pelos AMERICANOS, não com objetivos humanitários, mas sim com objetivos puramente comerciais. Será que o médico particular de CHURCHILL estava presente na hora? Ele não vai entrar no momento nesta confusão, pois, o mesmo, o tal doutorzinho particular do ESTADISTA CHURCHILL, não passava de um oportunista e trapalhão. O nome dele não merece ser mencionado. E não mencionarei.      
    
     13ª – Entre as grandes personalidades históricas que foram visitar pessoalmente o enfermo CHURCHILL destacou-se o General de Cinco Estrelas do Exército Americano, e, Comandante Supremo das Forças Aliadas na Europa, DWIGHT DAVID “IKE” EISENHOWER (1890-1969), - 78 anos.  
    
     14ª - EISENHOWER esteve com CHURCHILL devido à invasão do Norte da África durante a OPERAÇÃO TOCHA entre 1942 e 1943. Em 1943 já se produzia penicilina em grande escala, porém, para uso prioritário entre os militares do bloco aliado.        
    
     15ª - Após o término da Guerra, DWIGHT EISENHOWER foi eleito o 34º Presidente dos Estados Unidos da América do Norte (1953 até 1961 – ELEITO e REELEITO).
    
    16ª – Tanto o médico escocês ALEXANDER FLEMING como o médico brasileiro LUIZ MOURA tinham uma coisa em comum. Os dois eram pessoas simples. SIMPLES. Simples assim.
    
     17ª – Uma prova do desapego material do Dr. ALEXANDER FLEMING, é que ele nunca patenteou a penicilina que ele mesmo descobriu.
    
     18ª – Já a nossa prestimosa Wikipédia nega a história do afogamento de CHURCHILL e diz que quem salvou CHURCHILL foram as sulfas dos Alemães. Ou seja, o que acabei de escrever, e o que eu aprendi com o DVD do Dr. LUIZ MOURA, são FÁBULAS. Fábulas para a Wikipédia. Para mim não.    
    
     19ª – Se CHURCHILL tivesse tomado as “milagrosas” sulfas alemães, ele teria morrido lá mesmo na África. Atualmente, continua ainda, uma polêmica “abafada” sobre se os antibióticos são apenas BACTERIOSTÁTICOS ou se são também BACTERICIDAS. Polêmica “abafada”.
    
     20ª – Já sobre as sulfas não existem polêmicas. As sulfas, todas as sulfas, absolutamente todas as sulfas são BACTERIOSTÁTICAS. Ou seja, não matam bactérias.  
    
     21ª – Já a inofensiva AUTO-HEMOTERAPIA não pode ser patenteada por ninguém. Nem por BANQUEIROS, nem por BOLSA de VALORES, nem pelas bilionárias INDÚSTRIAS FARMACÊUTICAS, etc. A AUTO-HEMOTERAPIA é inofensiva, é infalsificável e é impatenteável. CHANCELANDO e RATIFICANDO o que acabamos de escrever: - A AUTO-HEMOTERAPIA não prejudica ninguém, não pode ser falsificada e não pode ser patenteada. A AUTO-HEMOTERAPIA é um Patrimônio de DEUS, e, portanto, é um Patrimônio da humanidade.    

     22ª – Os leitores, então, fiquem muito atentos, ao que é VERDADEIRO e ao que é FICÇÃO. A FICÇÃO poderá se transformar numa VERDADE absoluta, numa VERDADE inquestionável.  

     23ª - A FICÇÃO está ficando mais gostosa, mais real, mais saborosa e mais SAUDÁVEL.

     24ª - Finalmente, o NÚMERO do intrigante e misterioso NÚMERO foi descoberto: - É o NÚMERO 4. O NÚMERO 4 nasceu há 10.000 anos, e é infinito. Não confundir INFINITO com ETERNO.

     25ª – O NÚMERO 4, por ser muito idoso e por ser infinito, haverá de aprontar muitas estripulias gostosas. Eu consigo conversar com ele. Porém, eu não sei o que o NÚMERO 4 pensa. Por conseguinte, não sei o poderá acontecer...    
    


     A luta contra a debilitante POLIOMIELITE (paralisia infantil) continua, e a luta a favor da inofensiva AUTO-HEMOTERAPIA, também continua.
      Se DEUS nos permitir voltaremos outro dia ou a qualquer momento. Boa leitura, boa saúde, pensamentos positivos e BOM DIA.
     ARACAJU, capital do Estado de SERGIPE, localizado no BRASIL, Ex-PAÍS dos fumantes de CIGARROS e futuro “PAÍS dos MACONHEIROS”. Quinta-feira, 31 de maio de 2018.




                  
            Jorge Martins Cardoso – Médico – CREMESE – 573.




     Fontes: (1) – INTERNET. (2) – Wikipédia, (3) - Uma ROSA cantora. (4) – Os BEIJA-FLORES. (5) – Um JARDIM. (6) - Uma PRAÇA. (7) – REIS e RAINHAS. (8) – Uma Viagem Transcontinental. (9) – O Palácio de BLEIHEEIM. (10) - O NÚMERO 4.  



                                     Fim do 4º ATO.
  
jorge martins
Enviado por jorge martins em 31/05/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários


 
Site do Escritor criado por Recanto das Letras