Jorge Martins Cardoso

 

Um eterno aprendiz



Textos

A LIBERDADE... A VONTADE... "DROGAS ILÍCITAS? - CORTAR o MAL pela RAIZ!".






A LIBERDADE... A VONTADE... “DROGAS ILÍCITAS?  - CORTAR o MAL pela RAIZ!”.





     01 - Ser RADICAL. Tipo, aquilo que está te incomodando não vai acrescentar nada para você. Daí a necessidade de procurar o que gerou o problema (a RAIZ do problema) e cortá-la. Para que não possa crescer e acarretar problemas maiores.

     02 - Descobrir aonde o problema se origina, e acabar com ele ali mesmo, para não sofrer mais com esse problema.

     03 - Significa eliminar um problema na sua fonte, na sua origem, ou seja, na sua RAIZ!

     04 - É acabar com o MAL de uma vez por todas.

     05 - Quer dizer que tudo que lhe faz MAL você corta desde o começo!

     06 - Não deixar ir adiante o que é RUIM desde o começo...





Mas, o que são DROGAS lícitas e ILÍCITAS?

    

    

     Como próprio nome já diz, DROGA é uma DROGA, e existem várias tipos de DROGAS. Tem a COCAÍNA, a HEROÍNA, a MACONHA, o LANÇA PERFUME (estão lembrados dos antigos carnavais?) o “moderno” CRACK, dentre outras.
     O ÁLCOOL e o TABACO (cigarros, charutos, cachimbos, etc.) também são DROGAS. São DROGAS, mas que, por sua vez, são liberadas por não apresentarem EFEITOS TÃO TERRÍVEIS quanto as outras DROGAS acima relacionadas.
     DROGAS são coisas tão comuns que existem as chamadas DROGARIAS ou farmácias. Penso eu, que deveria ser retirada a expressão drogaria dos estabelecimentos comerciais do ramo.
     O nome deveria ser FARMÁCIA, pois existe um profissional chamado FARMACÊUTICO que deveria ser mais conhecido e respeitado.
     O vocábulo drogaria parece-me uma propaganda subliminar das DROGAS de um modo geral.
     Pois, não é que nos Estados Unidos da América do Norte, por exemplo, já estão vendendo MACONHA em FARMÁCIAS? A título terapêutico? Duvido que tragam qualquer benefício à saúde! Creio que sejam para entretenimento. Um disfarce dos GLOBALISTAS. Entendem?  
     Antigamente existiam as TABACARIAS e as CHARUTARIAS! Desapareceram do mapa. Ninguém chiou, miou ou piou. A mídia ganhou seus milhões de DÓLARES e se calou.
     Já que querem anarquizar pra valer, bota o nome de MACONHARIA!
     Querendo incomodar os tabagistas, alguns interessados – “A NOVA ORDEM MUNDIAL” - criaram uma figura nova e “nobre”. O FUMANTE PASSIVO.
     Sendo assim, se a maconha vier a ser legalizada, iremos criar outra figura nova, porém “pobre”. O MACONHEIRO PASSIVO.  
     Supostos CARDIOLOGISTAS, supostos PNEUMOLOGISTAS, e supostos ONCOLOGISTAS – entre outros da minha espécie, ou seja, médicos -, farão a festa em seus consultórios, clínicas e hospitais particulares. Afinal, estão desaparecendo os tabagistas, mas, estarão surgindo os MACONHEIROS.  
     O pior é que, os perigosos PSIQUIATRAS, passarão a ganhar fortunas com os MACONHEIROS (esquizofrenia) e com os usuários de outras DROGAS ILÍCITAS (vários caminhões e várias carretas repletas de patologias mentais).
     Como alertamos em um artigo anterior, uma desembargadora do Mato Grosso do Sul, retirou um filho da prisão e colocou-o em uma CLÍNICA PSIQUIÁTRICA.
     Meritíssima muita cautela. A EMENDA poderá ser pior que o SONETO! Seu filho deve ser dependente químico de alguma DROGA ILÍCITA. Mas, ele poderá transformar-se num dependente químico de alguma DROGA PSIQUIÁTRICA LÍCITA.  
    




Ainda tentando definir e explicar o que são DROGAS!
    



    

     DROGAS são substâncias NATURAIS ou SINTÉTICAS que ao penetrarem no organismo humano sob qualquer forma - ingeridas, injetadas, inaladas ou absorvidas pela pele - entram diretamente na corrente sanguínea, atingem o CÉREBRO e alteram seu equilíbrio fazendo com que a pessoa sinta tudo “diferente”.

    As DROGAS, muitas vezes, provocam alterações no lado: - Físico, espiritual, mental ou emocional de uma pessoa, mudando seu COMPORTAMENTO.
    

    

     Observação do escriba: - Com todo o respeito aos defensores do ESPIRITISMO, eu não acredito em espíritos. Eu sou um DEÍSTA convicto. Eu TRANSCREVI parte do presente texto da Dra. INTERNET.  

    



     O usuário de DROGAS torna-se DEPENDENTE QUÍMICO, ou seja, necessita ingerir a DROGA da qual se tornou dependente, por causa das substâncias químicas que a mesma contém.
     O SISTEMA NERVOSO CENTRAL comanda com grande capacidade os nossos impulsos, reações, informações, vontades, pensamentos, movimentos e até as emoções.
     Então, quando é atingido pelas DROGAS altera o nosso COMPORTAMENTO.





     Observações do escriba:


     1ª - Eu sou DEPENDENTE QUÍMICO de NICOTINA há 47 anos. No entanto, a NICOTINA não altera o meu COMPORTAMENTO. De tempos em tempos eu paro um pouco de DIGITAR no COMPUTADOR, para fumar um prazeroso CIGARRO HOLLYWOOD.

     2ª - “A Companhia Brasileira de CIGARROS SOUZA CRUZ, me deve uma enorme fortuna depois de tanta propaganda gratuita”. Será que algum dia eles irão me pagar?


    

     Sendo assim, um usuário de DROGAS terá muitas vezes suas atitudes, ações e reações distorcidas porque o SISTEMA NERVOSO CENTRAL fica carregado de substâncias nocivas que modificam as mensagens que ele distribui ao corpo.
     Conseqüentemente, um usuário de DROGAS pode ter uma PERSONALIDADE DESEQUILIBRADA e apresentar um COMPORTAMENTO INCONVENIENTE ou até mesmo IRRESPONSÁVEL.





CLASSIFICAÇÃO GERAL DAS DROGAS.


    
    

     01 - Drogas legais ou lícitas: - Álcool, tabaco e medicamentos.

     02 - Drogas ilegais ou ilícitas: - Maconha, cocaína, heroína, crack, cola de sapateiro, etc.






TIPOS DE DROGAS.



    


     Uma DROGA PSICOTRÓPICA ou PSICOATIVA é aquela que age no CÉREBRO, modificando seu funcionamento, trazendo como conseqüências, alterações do COMPORTAMENTO e do PSIQUISMO.
     De forma geral, e simplificada, podemos classificar as drogas em três grandes grupos:


     01 - DROGAS ESTIMULANTES: - São aquelas que agem sobre o SISTEMA NERVOSO CENTRAL, ACELERANDO o ritmo. Estimulam os músculos, aceleram o ritmo cardíaco, aumentam a pressão sanguínea e diminuem o apetite e o sono.
     A pessoa que os toma se sente confiante, ousada, excitada. Causam ansiedade, paranóia e confusão mental. Exemplos: - Cocaína, crack, anfetaminas (substâncias sintéticas produzidas em laboratório, também conhecidas como bolinhas), moderadores de apetite, NICOTINA e CAFEÍNA.


    

     Observação do escriba: - Sobre o uso de café eu uso com muita moderação (por causa da CAFEÍNA), pois já sou usuário de NICOTINA.    


    

     02 - DROGAS DEPRESSORAS: - Elas deprimem a atividade cerebral, fazendo o SISTEMA NERVOSO CENTRAL funcionar de maneira LENTA, deixando-o alheio ao que acontece em sua volta.
     Elas REDUZEM o ritmo cardíaco e a respiração, diminuem a coordenação motora e a força MUSCULAR, embotam os sentidos e os reflexos. Causam impotência sexual.
     Pequenas doses podem agir como ESTIMULANTES, por reduzirem as inibições. Mas quanto mais se ingere, mais depressão se segue. Exemplos: - Álcool etílico, opiáceos, solventes ou inalantes (cola de sapateiro), calmantes ou sedativos (soníferos e os ansiolíticos/tranqüilizantes), morfina, metadona, percodan, codeína, heroína, xaropes, BENZODIAZEPÍNICOS, barbitúricos, hipnóticos, etc.


    
    


     Observações do escriba:


     1ª - Faço uso de álcool (unicamente CERVEJA) e de ansiolítico (unicamente BENZODIAZEPÍNICO) com moderação. Não faço uso concomitante das duas substâncias. Não fico deprimido em nenhuma das duas situações.

     2ª - O uso do BENZODIAZEPÍNICO é para combater a TAQUICARDIA (provocada principalmente pela NICOTINA), combater a INSÔNIA quando se torna PERSISTENTE e como RELAXANTE MUSCULAR (desvio de coluna por prática incorreta de esporte, e que me causam dores musculares – desde alguns meses durmo gostosamente numa rede). Algumas vezes, mais aliviado das DORES MUSCULARES, durmo no colchão.



    

     03 - DROGAS PERTURBADORAS: - São substâncias que perturbam e distorcem o funcionamento normal dos NEURÔNIOS (SNC), causando uma verdadeira CONFUSÃO, prejudicando a capacidade de perceber o que se passa ao redor.
     As DROGAS deste grupo provocam reações anormais como ALUCINAÇÕES e DELÍRIO, por isso também são chamadas de PSICODÉLICAS ou ALUCINÓGENAS. Exemplos: - Maconha, alucinógenos endólicos (LSD, jurema, cogumelos), haxixe, mescalina, ecstasy, anticolinérgicos naturais e sintéticos (plantas do gênero da datura).





EFEITOS DAS PRINCIPAIS DROGAS.




     01 - SEDATIVOS: - Agem no sentido de TRANQUILIZAR ou ACALMAR o SISTEMA NERVOSO CENTRAL. Seus efeitos vão desde um leve relaxamento - como o provocado por alguns tranqüilizantes - até o sono profundo ou mesmo o estado de coma - quando são ingeridas doses elevadas de bebida alcoólicas ou barbitúricas.


     02 - ANESTÉSICOS: - Atuam basicamente no sentido de alterar a percepção do indivíduo em relação à dor. Podem provocar o estado de inconsciência. Ou bloquear o influxo nervoso da pele, dos músculos, ou de outra região qualquer que esteja sendo atingida pelo estímulo da dor.


     03 - ANALGÉSICOS: - Também têm como função principal aliviar a dor. Em vez de bloquear a percepção, porém, eles provocam a interrupção do mecanismo da dor em si, provavelmente através de alguma mudança temporária fundamental no funcionamento das CÉLULAS NERVOSAS do CÉREBRO.


     04 - NARCÓTICOS: - Assim como os sedativos, essas drogas reduzem a atividade do SISTEMA NERVOSO CENTRAL, dando ao indivíduo uma sensação de tranqüilidade e um sono agradável, repleto de sonhos.
     Além disso, podem aliviar a dor de maneira muito eficiente, desempenhando assim dupla função. Incluem, basicamente, o ópio e seus derivados (como a heroína) e se caracterizam por sua capacidade de viciar o indivíduo.


     05 - ESTIMULANTES: - Agem diretamente sobre o SISTEMA NERVOSO CENTRAL, tornando-o mais vigilante, mais ativo. Nesse grupo incluem-se as anfetaminas, a cocaína e certas drogas caseiras, como a CAFEÍNA e a NICOTINA.



    

     Observação do escriba: - Com já chamei a atenção anteriormente a NICOTINA atua como ESTIMULANTE, inclusive AUMENTANDO os batimentos cardíacos (TAQUICARDIA). Daí eu uso o BENZODIAZEPÍNICO, para DIMINUIR os batimentos cardíacos (BRADICARDIA).  


    


     06 - ANTIPSICÓTICOS: - É um novo grupo de drogas, principalmente sintéticas, usadas no tratamento de DOENÇAS MENTAIS GRAVES e de PSICOSES.

    

     Após essas breves considerações iremos comentar o que escreveu no RECANTO das LETRAS o escritor JHON MACKER, sobre o artigo “A LIBERAÇÃO das DROGAS”.  




LIBERAÇÃO das DROGAS.



     A exemplo dos demais assuntos que já abordamos, vamos analisar o problema das DROGAS a luz da RAZÃO FILOSÓFICA, deixando para a ÁREA de SAÚDE a parte que lhe compete.
      





Observações do escriba:


     1ª - A FILOSOFIA não é uma CIÊNCIA EXATA, pois os seus resultados são CONTESTÁVEIS. Toda a história da FILOSOFIA demonstra as CONTRADIÇÕES que há nela. Em CIÊNCIAS EXATAS não pode haver CONTRADIÇÃO.

     2ª – A ÁREA da SAÚDE tem um papel significativo sobre o tema DROGAS, porém não exclusivo, quer elas sejam DROGAS LÍCITAS ou DROGAS ILÍCITAS.

     3ª – Segundo alguns estudiosos da MEDICINA, a MEDICINA também não é uma CIÊNCIA EXATA. Todavia é mais EXATA do que a FILOSOFIA.

     5ª – No caso mencionado da desembargadora, ela, na condição de mãe, deslocou um caso da ÁREA de SEGURANÇA para a ÁREA da SAÚDE.

     6ª – Entrou em cena outra parte da SOCIEDADE, no caso o PODER JUDICIÁRIO (a desembargadora).  


    
    


     A DROGA como qualquer outro produto, segue os mesmos caminhos: - PRODUÇÃO, distribuição e consumo.
       Embora, nem sempre, de forma clandestina ela é produzida em QUASE TODOS os PAÍSES, seja com MATÉRIA PRIMA própria ou contrabandeada.
       Independente de repressão, ela está em todos os lugares. Distribuidores e consumidores se mesclam com os docentes e discentes das escolas e universidades, nos meios empresariais, judiciais, no clero, no comércio, indústria e também na política em todo o mundo.
     É exatamente por ser uma mercadoria produzida em QUASE TODOS os PAÍSES e, diga-se de passagem, de grande procura, que o seu combate se torna inútil.
       Para ser eficaz, uma ação repressora teria que ser efetivada simultaneamente na PRODUÇÃO, distribuição e no consumo.
     Por ser muito diversificada, já se tentou eliminar os focos de PRODUÇÃO e não se conseguiu. Já a distribuição se assemelha ao fogo na floresta, quando se elimina um foco aqui, logo surge outro acolá, e por ser impraticável, o consumo nem é mais combatido.
       O que muitos esquecem é que a DROGA, liberada ou não, como qualquer outra mercadoria, tem a sua distribuição e consumo regulado pelo mercado e está sujeita a LEI da OFERTA e da PROCURA, quanto mais se reprime, mais o preço sobe formando um círculo vicioso.
      







     Observações do escriba:



     1ª – Como sou da área médica entendo um pouco mais das DROGAS LÍCITAS. Nunca fiz um estudo mais aprofundado sobre os países que produzem ou não as chamadas DROGAS ILÍCITAS. Mas, citarei apenas três países que não produzem DROGAS ILÍCITAS: - O Chile, Cuba e a Indonésia.

     2ª – Quem mais entende da MATÉRIA PRIMA pertinente, são os CIENTISTAS BIOQUÍMICOS, os CIENTISTAS QUÍMICOS, os CIENTISTAS FARMACÊUTICOS e as INDÚSTRIAS CORRELATAS.    

     3ª – O título deste meu atual artigo é: “DROGAS ILÍCITAS? - CORTAR o MAL pela RAIZ!”.

     4ª – A RAIZ do MAL são os PRODUTORES e seus respectivos FINANCIADORES. Tanto de ARMAS como de DROGAS ILÍCITAS.

     5ª – A quase inútil ONU, a quase inútil OMS e a quase inútil MÍDIA MUNDIAL sabem disto muito bem.

     6ª – LEI da OFERTA e da PROCURA? Se acabar a PRODUÇÃO a “LEI” deixa de existir! Como as pessoas vão PROCURAR algo que não é “OFERTADO”? Como as pessoas vão PROCURAR algo que “NÃO EXISTE”?  



    
    


     A DROGA reprimida vale uma FORTUNA, e por isso mesmo, a disputa entre facções pelos postos de venda é encarniçada, famílias inteiras são chacinadas, vilas, favelas, cidades, estados e até países, são controlados pelos traficantes.
       Ora, se o uso da DROGA está generalizado, é pura perda de tempo, tentar frear o seu curso, mesmo porque, dado a peculiaridade desse tipo de crime, no corpo a corpo, a lei sempre terá que correr atrás do prejuízo.
       Por outro lado, a rigor, o uso da DROGA por si só, como o ÁLCOOL e o FUMO, é teoricamente INOFENSIVO. O estrago maior é por onde ela passa até chegar ao consumidor.
      






     Observações do escriba:



     1ª – O ÁLCOOL é milenar.

     2ª – O TABACO tem cinco séculos de existência.

     3ª – A MACONHA tem também cinco séculos de existência.

     4ª – A COCAÍNA tem uns dois séculos de existência aproximadamente, e já foi usada ERRONEAMENTE como medicamento.  Repetindo: - A MEDICINA também não é uma CIÊNCIA EXATA.

     5ª – No RECANTO das LETRAS eu já escrevi vários artigos contando a história do TABAGISMO, e, em um artigo recente, contei como surgiu a COCAÍNA.

     6ª – Muitas das outras DROGAS LÍCITAS e ILÍCITAS têm também aproximadamente dois séculos de existência. Elas surgiram através das principais MULTINACIONAIS FARMACÊUTICAS.  

     7ª – Os ANESTÉSICOS são DROGAS LÍCITAS poderosíssimas, que podem ser usadas ILICITAMENTE. É preciso ler a história da ANESTESIA.

     8ª – O ÁLCOOL, o TABACO, MUITAS DROGAS LÍCITAS e todas as DROGAS ILÍCITAS têm uma coisa em comum: - Elas atuam no SISTEMA NERVOSO CENTRAL, ou seja, no CÉREBRO.

     9ª – O ÁLCOOL a depender da quantidade ingerida, pode alterar completamente o COMPORTAMENTO de uma pessoa e até levá-la à morte. É o que nós chamamos de COMA ALCOÓLICO.    

    10ª – Já o TABACO, a pessoa pode fumar 10 maços por dia – o que corresponde a 200 cigarros por dia – e não acontece nenhuma alteração no COMPORTAMENTO do FUMANTE.

     11ª – Dizer que as DROGAS são quase INOFENSIVAS como o ÁLCOOL e o FUMO, é algo completamente destituído de base CIENTÍFICA.  

     12ª – Existem inúmeros livros de FARMACOLOGIA. Existe FARMACOPÉIA e existe “FARMACOPÉIA”.    




    



     Por causa da repressão, a rota e os caminhos da DROGA são abertos a ferro e fogo. Os traficantes vão levando tudo de roldão, passam por cima de pessoas, leis e autoridades.
     Quem se opõe a sua passagem é comprado ou eliminado.
     Então estamos perdidos?  Ainda não, o crime como qualquer outra organização precisa de DINHEIRO para sobreviver e quanto mais a justiça reprime, mais aumenta o preço da DROGA.
       Aquele dependente, que roubava um relógio para alimentar o vício, com o aumento do preço, terá que assaltar um caixa de supermercado e assim, por diante.
     Consequentemente o crime rende cada vez mais e com mais DINHEIRO o bandido pode comprar ARMAS mais pesadas e a cada dia aumenta o seu poder de fogo.
       Bem equipados e com muito DINHEIRO os traficantes compram juízes, invadem prisões, pagam para os colegas porem fogo em ônibus para intimidar as autoridades, soltam comparsas, eliminam promotores e quem mais estiver no seu caminho.
       Assim, nessa luta inglória, a única forma da lei levar vantagem é entrar no mercado e ofertar o produto a preço de banana.
       Liberar?  E por que não?  O FUMO, o ÁLCOOL e o JOGO, desde que seja selado e carimbado, podem ser comprados, consumidos e usados quando, onde e quanto quiser.
    





     Observações do escriba:



     1ª - Eu bebo CERVEJA e fumo CIGARROS há 47 anos. Em compensação não dirijo carro há mais de quinze anos. E não me faz falta um carro. O TRÂNSITO está matando muita gente! Tem muito taxista precisando ganhar o seu suado dinheiro.  

     2ª - Os chamados JOGOS de AZAR estão proibidos no Brasil desde o governo do Marechal Eurico Gaspar Dutra. Sou contra a legalização da MACONHA e de outras DROGAS ILÍCITAS e sou contra a legalização de CASSINOS.

     3ª – Essa história que vai gerar tantos empregos diretos e não sei quantos empregos indiretos é balela pura. O vício do Jogo de Azar é o pior dos vícios. É uma avenida para outros vícios. Dizem que o Donald Trump é dono de CASSINOS. O problema é dele e do povo americano. Se ele por acaso pretender colocar CASSINOS no Brasil eu dou um pontapé nele. Sou magrinho mais sou bom de briga.    

     4ª – O único jogo que eu gosto é o Jogo dos Reis ou Jogo de Xadrez. E não é Jogo de Azar. Ou a pessoa sabe jogar, ou não sabe jogar. Ponto final.

     5ª – Se eu tivesse condições financeiras eu fundaria um CLUBE de XADREZ, com visão EMPRESARIAL, aqui em ARACAJU.

     6ª – Agora, se as pessoas quiserem jogar em suas casas, apartamentos, chácaras, fazendas. Tudo bem. Desde que esteja de acordo com a LEI.

    

    



     Ah, mas a MACONHA é DROGA, puro engano meu caro é tudo a mesma coisa.
     Aliás, a mesma coisa não, pois como já dissemos tudo em que o governo não leva a sua parte é ilegal.
     Veja bem, que os fiscais e policiais só correm atrás de sacoleiros, do JOGO do BICHO e de camelôs, porque eles não pagam o imposto.
       Se você tiver a nota fiscal e houver recolhido as taxas, pode vender e consumir até veneno de rato que ninguém dá bola.
      

    
    



    


     Observação do escriba: - MACKER deixe eu lhe contar uma história sobre o JOGO do BICHO. Eu comecei a estudar música e voltei a tocar violão. Num barzinho familiar que eu freqüentava conheci dois tocadores de violão. Um deles toca violão “de ouvido” todas as músicas, mas, cantava pouco. E um fato curioso. É viciado em JOGO do BICHO. O outro tocador de violão, toca menos. Mas, canta direitinho. O segundo é um banqueiro do JOGO do BICHO. Os dois são amigos.
     O que é viciado no JOGO do BICHO toca em chorinhos, aparece na televisão, já gravou vários CDs, toca em mansões de famílias ricas, etc. O dinheiro que ele ganha em suas apresentações, ele torra todo no JOGO do BICHO. E o que é pior. Gosta de pedir dinheiro “emprestado” para jogar. “Emprestado” entre aspas porque ele nunca paga o “empréstimo”. Um colega meu que é médico e que cantava com ele me passou a informação.
     Devido a este fato, optei pelo banqueiro do JOGO do BICHO - o que toca menos e canta mais. Perguntei pra ele quanto ele ganhava POR DIA. Ele disse: - Uns R$ 40 ou R$ 50 POR DIA. Eu disse pra ele: - Eu lhe pago 50 reais para você tocar comigo durante três horas e meia, todas as quinta-feira, das 14 até as 17h30m. Mas, com uma condição. Quando estivermos tocando esqueça o JOGO do BICHO. Ele deixava o celular e a maquininha desligada. E assim aconteceu durante uns cinco meses.
     Um filho meu que toca violão juntou-se ao “grupo”. Já éramos um trio. Depois meu filho por diversos motivos quis mudar para um sábado a tarde. Eu concordei com o meu filho. O banqueiro disse que não podia porque era dia de loteria, etc. e etc. Tem uns seis meses que não tocamos juntos. Ele deixou de ganhar 50 reais em uma tarde de sábado por causa de um idiota de um Jogo de Azar. Veja a vida como ela é...
     Com o advento da Loteria Esportiva e de outras loterias, pelo visto banqueiro de JOGO do BICHO passou a ganhar uma miséria. Pelo menos de mim, com jogo, ele não ganha um tostão. Eu não jogo de jeito nenhum. Se for para tocar música eu pago com gosto. Mas, jogo nunca.            


    
    




     Assim, se a DROGA for liberada e colocada no comércio, acaba o tráfico e o preço cai. Os bandidos sem DINHEIRO não podem comprar ARMAS, logo ficarão sem poder de fogo.
       Sem mercado para seus produtos os traficantes não terão motivos para libertar seus comparsas e o governo ainda leva uns trocos por conta do imposto sobre a venda de tão precioso produto.
     Certamente aí aparecerão os guardiões da MORAL e dos BONS COSTUMES dizendo, que com a DROGA liberada o que será da nossa juventude. Fariseus!    


    




     Observação do escriba – Eu gosto de coisas MORAIS e dos BONS COSTUMES. Quando eu comecei a fumar em Brasília eu tinha 20 anos de idade. Na época era um BOM COSTUME. Até o Presidente General Médici fumava cigarros. Ele trabalhava em Brasília... MORAL é algo muito subjetivo. O uso crescente de DROGAS ILÍCITAS não é nociva apenas para a JUVENTUDE. Está sendo prejudicial para toda a SOCIEDADE.  

    

    




     Pior do que está não fica. A DROGA como qualquer outro TÓXICO não tem seu consumo regulado pelo preço ou pela facilidade de obtenção.
       Em termos de preço a DROGA é como o SAL, não se põe uma colher a mais na comida só porque o preço é baixo.
     Além disso, as estatísticas mostram que o consumo de FUMO, ÁLCOOL e DROGA são sempre proporcionais a população.
     Em outras palavras, no lugar de um viciado que morre outro assume o lugar, e nunca dois no lugar do que se foi.
     É a lei da harmonia universal, meu caro, nem todos se tornam dependentes.
     Somos de opinião que a nossa preocupação maior deva ser com a fome, com os desempregados, com as filas da previdência, com hospitais públicos, onde jovens, velhos e crianças doentes, que não consomem DROGAS, morrem sem atendimento.
      Com os menores de rua, que por não terem ainda idade legal não podem trabalhar, mas ninguém consegue impedir ou evitar que eles entrem para o tráfico onde roubam e matam.
      








     Observações do escriba:



     1ª - O que você disse acima milhões de brasileiros haverão de concordar. Permita-me repetir, eu sou médico há 40 anos, e, sei muito bem o que os políticos, inclusive médicos políticos, desfazem e fazem na área da saúde.  

     2ª – Lá em Brasília e aqui em Sergipe também. Pensando eu que estava votando num médico jovem e filiado ao PT (PETRALHA), o nome dele é ROGÉRIO CARVALHO SANTOS, a quem eu chamo hoje, “carinhosamente” de Dr. CAVALLO SANTOS ou simplesmente CAVALLO SANTOS, porque o título de Doutor ele nem merece. Pois muito bem. Fui tratado por ele como se eu fosse um marginal, durante aproximadamente seis anos.  

     3ª – Se você está muito preocupado com TRAFICANTES de DROGAS, tudo bem. Pois bem. Esse tal CAVALLO SANTOS é um FINANCIADOR e PRODUTOR de DROGAS. Ou seja, é pior que um TRAFICANTE de DROGAS. Além disto, é um ladrão profissional. Tem casos dele pendentes na Justiça. É um ficha suja. Ou ficha imunda.    

     4ª – Só não concordo em comparar o preço da DROGA com o preço do SAL. A diferença deve ser gritante.



    




    

     Além do mais, para que servem os pais, se não para cuidarem dos seus filhos?
       Para encerrar esse assunto, vamos contar um segredo. Se você pensa que a DROGA é reprimida por motivos de SAÚDE PÚBLICA, está muito enganado.
     A maioria dos governos e autoridades não quer nem saber se seu filho ou alguém da sua família é dependente.
      









     Observações do escriba:



     1ª – Os pais não servem somente para cuidar dos filhos. Pais e mães têm de trabalhar. Têm de se divertir com eles e sem eles. Têm de viajar com eles e sem eles. Têm de viver com eles e sem eles. Quando eles são pequenos a dedicação é mais intensa. A partir de certa idade eles ganham  vida própria.

     2ª – As DROGAS devem ser REPRIMIDAS também por uma questão de SAÚDE PÚBLICA. Existem atendimentos em consultórios, clínicas, hospitais, etc. Sejam eles públicos ou privados, chegam pacientes com enfermidades provocadas pelas DROGAS. Exemplos: - Alcoolismo, Infarto Agudo do Miocárdio (cigarro ou outras DROGAS MAIS PESADAS), surto psicótico, etc.

     3ª - Se gasta DINHEIRO com tratamento de DROGADOS. E não é pouco. E tem mais. Na terapia, ou suposta terapia de DROGADOS, tem corrupção de políticos e de médicos.

     4ª - Entretanto, quem ganha mais com a INDÚSTRIA das DROGAS são os donos das CLÍNICAS PSIQUIÁTRICAS PARTICULARES. Citando mais uma vez o caso da desembargadora, ela deve ter encaminhado o filho para uma CLÍNICA PARTICULAR.

     5ª – O SUS preferido dos POLÍTICOS é o Hospital Sírio Libanês ou o Hospital Albert Einstein.      
    
    6ª – Existem GOVERNANTES e existem AUTORIDADES preocupadas com os FILHOS e com a FAMÍLIA por causa dos MALEFÍCIOS PROVOCADOS pelas DROGAS. Existem muitos omissos. Mas, não devemos generalizar.  


    

    




     A preocupação deles é tratar bem os traficantes, principalmente, os eventualmente presos, que são os maiores financiadores das campanhas e das mordomias oficiais e, por isso mesmo, são tratados a pão de ló e com todas as regalias dentro das penitenciárias.
       A DROGA só não é liberada, porque todos ganham com ela, com a liberação, acabam-se as propinas e os MILIONÁRIOS acordos com os traficantes.
       Tapar o sol com a peneira é isso que fazem os governos, políticos e a maioria das autoridades quando tratam desse interminável dilema.
      








     “CORTANDO o MAL pela RAIZ” - Observações finais:




    


     1ª – FINANCIADOR de DROGAS bom é FINANCIADOR MORTO.

     2ª – PRODUTOR de DROGAS bom é PRODUTOR MORTO.

     3ª – TRAFICANTE de DROGAS bom é TRAFICANTE MORTO.

     4ª – Bem eu tenho o “direito” de ganhar algum DINHEIRO com essa história toda. Não pretendo me tornar um MILIONÁRIO, porém...
    
     5ª - Tomarei duas providências apenas. E de conformidade com a LEI. E posso falar de cátedra, pois, já trabalhei no Instituto Médico Legal de Sergipe, e já trabalhei no Serviço de Verificação de Óbito de Sergipe.

     6ª - Mortes provocadas por causas externas passam QUASE SEMPRE pelo IML. Mortes provocadas por causas naturais e sem assistência médica passam QUASE SEMPRE pelo SVO. Então...

     7ª - Em todos os municípios brasileiros, em absolutamente todos eles, irei fundar uma FUNERÁRIA e um CEMITÉRIO, para “atender” FINANCIADORES, PRODUTORES e TRAFICANTES de DROGAS ILÍCITAS.  

     8ª - O difícil será conseguir tanto PADRE pra rezar tanta MISSA...    





Jhon Macker.
Enviado por Jhon Macker em 17/10/2017.
Código do texto: T6145318.
Classificação de conteúdo: seguro.



     A luta contra a debilitante POLIOMIELITE (paralisia infantil) continua, e a luta a favor da inofensiva AUTO-HEMOTERAPIA, também continua.
      Se DEUS nos permitir voltaremos outro dia ou a qualquer momento. Boa leitura, boa saúde, pensamentos positivos e BOM DIA.
     ARACAJU, capital do Estado de SERGIPE, localizado no BRASIL, Ex-PAÍS dos fumantes de CIGARROS e futuro “PAÍS dos MACONHEIROS”. Terça-feira, 06 de março de 2018.




                  
            Jorge Martins Cardoso – Médico – CREMESE – 573.




     Fontes: (1) – INTERNET. (2) – Wikipédia. (3) – RECANTO das LETRAS. (4) - OUTRAS FONTES.


jorge martins
Enviado por jorge martins em 06/03/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários


 
Site do Escritor criado por Recanto das Letras