Jorge Martins Cardoso

 

Um eterno aprendiz



Textos

A LIBERDADE... A VONTADE... "A IDEOLOGIA de GÊNERO, a IGREJA CATÓLICA, as CIÊNCIAS MÉDICAS, a 'NOVA ORDEM MUNDIAL' e a AUTO-HEMOTERAPIA" - 3ª parte.




A LIBERDADE... A VONTADE... “A IDEOLOGIA de GÊNERO, a IGREJA CATÓLICA, as CIÊNCIAS MÉDICAS, a ‘NOVA ORDEM MUNDIAL’ e a AUTO-HEMOTERAPIA” – 3ª parte.



ROMA de SEMPRE – O que se deveria saber sobre a “MUDANÇA de SEXO”.


     Quinta-feira, 04 de maio de 2017.



     “Foto: Walt Heyer em 1977 e atualmente”.



     Bruce Jenner e Diane Sawyer poderiam beneficiar-se da pesquisa que oferece esta história.
     (Diane Sawyer é a jornalista a quem Bruce Jenner, o ouro olímpico de decatlo em Montreal (de 1976) e pai de seis filhos, anunciou sua Mudança de Sexo como Caitlyn Jenner).
     Fracassei porque eu me submeti a uma Cirurgia de Mudança de Sexo e vivi como mulher durante oito anos.
     A cirurgia não solucionou nada, só desvirtuou e exacerbou alguns problemas psicológicos.
     As origens do Movimento Transgênero se perderam atualmente na ofensiva dos direitos, e na aceitação e da Tolerância do Transgênero.  
     Si mais pessoas conhecessem a obscura e áspera história da Cirurgia de Mudança  de Sexo, talvez não defendesse com tanta facilidade para as pessoas se submetessem a ela.



As Origens da Cirurgia de Mudança de Sexo.



     O lugar onde se realizaram as primeiras Cirurgias Transexuais (principalmente homens que queriam ser mulher) foram realizadas em Hospitais Universitários. Elas começaram nos anos 50 e foram aumentando ao longo dos 60 e 70.
     Quando os pesquisadores monitoraram os resultados e não encontraram nenhuma evidência objetiva de seu sucesso - de fato, os resultados mostraram que eram prejudiciais - as Universidades deixaram de fazer esse tipo de Cirurgia.
     A partir desse momento, os Cirurgiões Privados entraram em cena para tomar seu lugar.
     Sem qualquer tipo de exame detalhado ou de responsabilidade por seus resultados, o número de intervenções foi aumentado, deixando um rastro de DOR, PESAR e SUICÍDIO.


OS PAIS FUNDADORES: - TRÊS PEDÓFILOS.




     O Movimento Transgênero começou como uma Invenção de Três Homens com uma coisa em comum: - Todos os três eram ATIVISTAS PEDÓFILOS.


     A história começa com o famoso Dr. Alfred Kinsey, um BIÓLOGO e SEXÓLOGO cujo legado perdura até hoje.
     Kinsey acreditava que todos os atos sexuais são legítimos, incluindo pedofilia, bestialidade, sadomasoquismo, incesto, adultério, prostituição e sexo grupal.
     Autorizou experimentos desprezíveis para reunir informações para justificar sua opinião de que as crianças de todas as idades gostam de ter relações sexuais.
     Kinsey defendeu a Normalização da Pedofilia e exerceu pressão contra as leis que protegem as Crianças Inocentes e punem os Predadores Sexuais.




     “Foto: - Alfred Kynsey (1894-1956).



     Ao repertório Kinsey se adicionou o Transexualismo quando lhe apresentaram o caso de um menino efeminado que queria ser uma menina.
     Kinsey consultou um conhecido, um ENDOCRINOLOGISTA chamado Dr. Harry Benjamin.
     Os travestis, homens que se vestiam como mulheres, eram conhecidos.
     Kinsey e Benjamin viram esta criança como uma oportunidade para mudar o travesti fisicamente, muito além de vestidos e maquiagem.
     Benjamin e Kinsey tornaram-se colaboradores profissionais no primeiro caso  que Benjamin mais tarde chamou de “Transexualismo”.
     Benjamin pediu a vários PSIQUIATRAS para avaliarem a criança para uma possível Cirurgia para fazê-la parecer mais feminina.
     Mas eles não chegaram a um consenso sobre a adequação da Cirurgia para feminizar.
     Isso não deteve Benjamin. Por decisão própria começou a tratar o menino com Hormônios Femininos.
     Este acabou indo para a Alemanha para a Cirurgia Parcial e Benjamin perdeu todo o contato com ele, portanto, qualquer monitoramento em longo prazo ficou impossível.



A Trágica História dos GÊMEOS REIMER.



     O terceiro cofundador do Movimento Transgênero atual foi o PSICÓLOGO Dr. John Money, discípulo fiel de KINSEY e membro da equipe de investigação sobre Transexualismo liderada pelo MÉDICO HARRY BENJAMIN.
     O primeiro caso de Transexual de Money veio em 1967, quando um casal canadense, Reimer, pediu ajuda por causa de uma CIRCUNCISÃO praticada de forma descuidada em seu filho de dois anos de idade, DAVID.
     Sem qualquer Justificação Médica, Money lançou um experimento a fim de fazer nome e poder  levar adiante as suas Teorias de Gênero.
     Independentemente das consequências disto para a criança, JOHN MONEY disse aos pais desconsolados que a melhor maneira de garantir a felicidade de DAVID seria Alterar Cirurgicamente seus Órgãos Genitais Masculinos para a Genitália Feminina e fazê-lo crescer como uma menina.


     “Foto: David Reimer (1965-2004), Vítima da Cirurgia de Mutilação.

     Como fazem muitos pais, os Reimer respeitaram as ordens do médico e David foi substituído por Brenda. Money assegura aos pais que Brenda se adaptaria a ser uma menina, e nunca notaria a diferença.
     Ele lhes pediu para manter segredo, o que eles fizeram, pelo menos por um tempo.
     ATIVISTAS MÉDICOS como o Dr. Money sempre parecem brilhante no início, especialmente se tem do lado OS MEIOS de COMUNICAÇÃO.  
     Money habilmente jogou o “Pare-me se Puder”, relatando o sucesso da Mudança de Sexo da Criança para a Comunidade Médica e Científica e construiu uma reputação como um líder especialista no campo emergente da Mudança de Sexo.
     Passariam décadas até que a verdade foi revelada. Na verdade, a “adaptação” de David Reimer à sua vida de menina era totalmente diferente dos relatórios entusiasmados por Money para os JORNAIS.
     Aos doze anos de idade David teve depressão grave e se recusou a voltar a ver Money. Em desespero, os pais quebraram o silêncio e disse a verdade sobre sua Mudança de Sexo.
     Na idade de quatorze, David decidiu desfazer a Mudança de Gênero e viver como um rapaz.

     Em 2000, quando ele tinha trinta e cinco anos, David e seu irmão gêmeo, finalmente revelaram os Abusos Sexuais a que eram submetidos pelo Dr. Money na Privacidade de suas Consultas.
     Tanto que o Dr. Money tirou fotos deles nus quando eles tinham apenas sete anos de idade. Mas as imagens não eram originais. O MÉDICO PEDÓFILO ainda forçou a manter Relações Sexuais Incestuosas entre eles.
     As consequências do abuso do Dr. Money foram trágicas para ambos. Em 2003, três anos depois de revelar seu passado tempestuoso, o irmão gêmeo de David, Brian, morreu de uma overdose proposital.
     Pouco depois David também cometeu suicídio. O Dr. Money tinha sido finalmente exposto como uma fraude, mas isso não ajuda os pais desolados, cujos filhos gêmeos estavam mortos.
     A divulgação dos resultados fraudulentos das investigações de Money e suas tendências vieram tarde demais para as pessoas que sofrem de problemas relacionados com o Gênero.
     Recorrer à Cirurgia já estava Tão Profundamente Enraizado e ninguém se preocupou com o fato de que um de seus fundadores tinha sido desacreditado.



Resultados do Johns Hopkins: - “A Cirurgia Não Ajuda”.



     Dr. JOHN MONEY foi o cofundador de uma das primeiras Clínicas Universitárias baseadas no Gênero nos Estados Unidos (Universidade Johns Hopkins), onde foram realizadas Operações de Mudança de Sexo.
     Depois de muitos anos de operações na clínica, Dr. Paul McHugh, diretor de PSIQUIATRIA e Ciências Comportamentais na Hopkins, quis ter muito mais que as afirmações de Money sobre o sucesso após a cirurgia.
     McHugh queria mais provas. No longo prazo estariam muito melhor os pacientes depois de operados?
     O PSIQUIATRA McHugh atribuiu a tarefa de avaliar os resultados ao Dr. Jon Meyer, Diretor da Clínica de Gênero da Hopkins.
     Meyer selecionou cinquenta entre os indivíduos tratados na Clínica da Hopkins, incluindo ambos os pacientes que tinham sido submetidos à Cirurgia de Mudança de Sexo como outros que não tinham.
     Os resultados deste estudo desmentiram completamente as reivindicações de Money sobre os resultados positivos da Mudança Cirúrgica de Sexo.



Um informe objetivo informou que a Cirurgia Não Era Necessária do Ponto de Vista Médico.



     Em 10 de agosto de 1979 Dr. Meyer anunciou seus resultados: - “É incorreto dizer que este tipo de Cirurgia cura Transtornos Psiquiátricos. Temos provas objetivas de que não há diferença real na adaptação dos Transgêneros  à vida em termos de trabalho, realizações na educação, as mudanças no casamento e estabilidade social”.
     Mais tarde, ele disse ao jornal The New York Times: - “Minha opinião pessoal é que a Cirurgia não é o Tratamento certo para Transtornos Psiquiátricos e ter claro que, esses pacientes têm problemas Psicológicos Graves que não desaparecem com a Cirurgia”.
     Depois de quase seis meses, a Clínica de Gênero do Johns Hopkins fechou. Outras Clínicas Universitárias de Gênero do país seguiram o exemplo e cessou as Operações de Mudança de Sexo.
     Em nenhum lugar foi relatado resultados positivos nessas operações.




Resultados do MÉDICO HARRY BENJAMIN: - MUITOS SUICÍDIOS.



     Não só foi a Clínica da Hopkins a única que relataram a falta de resultados da Cirurgia. Mais ou menos ao mesmo tempo, sérias dúvidas sobre a eficácia da Mudança de Gênero veio do sócio do Dr. Harry Benjamin, o ENDOCRINOLOGISTA Charles Ihlenfeld.
     Charles Ihlenfeld trabalhou com Benjamin por seis anos e administrou Hormônios Sexuais a 500 Transexuais.
     Charles Ihlenfeld assombrou Benjamin quando anunciou publicamente que 80% das pessoas que queriam mudar seu sexo não deveriam fazer. Ihlenfeld disse: - “Há muita infelicidade entre as pessoas que fizeram a cirurgia... Muitos acabaram cometendo SUICÍDIO.”
     Ihlenfeld parou de administrar hormônios para pacientes que sofriam de Disforia de Gênero e mudou sua especialidade de endocrinologia para a psiquiatria para oferecer a estes pacientes o tipo de ajuda que achavam realmente necessário.
     Na sequência dos resultados do Estudo da Hopkins, o carro-chefe do fechamento - a Clínica Hopkins - e a advertência de Ihlenfeld, os Defensores da Cirurgia de Mudança de Sexo necessitavam de uma nova estratégia.
     Money e Benjamin foram para seu amigo, Paul Walker, PhD, GAY e ATIVISTA TRANSGÊNERO, que, como eles, defendiam com paixão o Tratamento Hormonal e a Cirurgia.
     Um comitê foi formado para elaborar diretrizes que levariam a Agenda da Questão Transexual mais longe com Paul Walker no comando.
     O comitê incluiu um PSIQUIATRA, um ATIVISTA PEDÓFILO, dois CIRURGIÕES PLÁSTICOS e UROLOGISTAS. Todos eles se beneficiariam economicamente para manter a Cirurgia de Mudança de Sexo disponível para todos que quisessem.
     No Harry Benjamin International Standards of Care, se publicaram em 1979, e deram nova vida à Cirurgia de Mudança de Sexo.




Minha Experiência com Dr. Paul Walker.



     Eu mesmo já sofri muito para aceitar meu gênero. Em 1981 eu me dirigi ao Dr. Walker, o homem que escreveu as diretrizes, pedindo-lhe ajuda. Walker me disse que eu sofria de Disforia de Gênero.
     Apenas dois anos após o estudo da Hopkins e das declarações públicas de Charles Ihlenfeld que atraiu a atenção para o Aumento do Risco de SUICÍDIO associado a Mudança de Gênero, Walker, que conhecia estes dois relatórios, Assinou a Carta Autorizando Meu Tratamento com Hormônios e Cirurgia.
     Sob sua direção passei por uma Cirurgia de Mudança de Sexo e vivi oito anos como Laura Jensen, mulher.
     Eventualmente eu reuni coragem de admitir que a Cirurgia não tivesse melhorado qualquer coisa. Só foram Disfarçados e Exacerbados Problemas Psicológicos mais Profundos.
     A decepção e a falta de transparência que vivi nos anos 80 ainda envolvem a Cirurgia de Mudança de Sexo hoje.
     Pelo bem das pessoas que lutam contra a Disforia de Gênero, não posso permanecer em silêncio.
     É intelectualmente desonesto ignorar o fato de que a Cirurgia nunca foi uma necessidade para solucionar a Disforia de Gênero e que a Terapia Hormonal pode ser um Procedimento Médico Prejudicial.
     ATIVISTAS TRANSGÊNEROS MODERNOS, descendentes de Kinsey, Benjamin e John Money, mantêm viva a Cirurgia de Mudança de Sexo de modo Desnecessário do Ponto de Vista Médico, controlando a informação publicada e suprimindo pesquisas e histórias pessoais que falam de Arrependimento, Tristeza e Suicídio experimentados por aqueles que passam por ela.
     Os resultados negativos são vistos como uma forma de culpar a sociedade por sua TRANSFOBIA.
     Os PACIENTES TRANSEXUAIS que se arrependem por ter escolhido este caminho, muitas vezes, sentem uma grande vergonha e remorso. Aqueles que lamentam a sua decisão e têm poucos lugares no mundo do ATIVISMO PRÓ-TRANSGÊNEROS.
     No meu caso, eu precisei de anos para me armar de valor e falar publicamente sobre o meu arrependimento.
     Houvera desejado que o Dr. Paul Walker fosse obrigado a informar ambos os relatórios, quando fui para ele: - O estudo da Hopkins demonstrando que a Cirurgia não iria curar Problemas Psicológicos Graves e as observações de Charles Ihlenfeld sobre a contínua tristeza de PESSOAS TRANSEXUAIS e a alta incidência de SUICÍDIO depois de Tratamentos Hormonais e Cirurgia.
     Estas informações talvez não tivesse me detido de tomar essa decisão desastrosa, mas pelo menos eu teria sabido dos perigos e dor que tinha diante de mim.

     OBSERVAÇÃO do blog Roma de Sempre: - Não existe Cirurgia de "Mudança de Sexo". O que determina o sexo é a combinação de cromossomos: - XY (homem) XX (mulher). A tal Cirurgia não é de Mudança de Sexo, e, sim, de Mutilação da Genitália.

     The Public Discourse - "Sex Change" Surgery: - What Bruce Jenner, Diane Sawyer, and You Should Know.

     Postado por Roma de Sempre às 19h01min
     Marcadores: - CIÊNCIA e FÉ, SOCIEDADE.


     Observação do escriba: - Para que os leitores possam ampliar os conhecimentos sobre o polêmico tema, recomendo assistirem às entrevistas de Dom Odilo Scherer e principalmente do Padre Paulo Ricardo de Azevedo Jr.
    





O Americano William Bruce Jenner.



Petição cobra retirada de MEDALHA OLÍMPICA de ex-atleta que MUDOU de SEXO.


     Por iG São Paulo - 04/06/2015 - 06h00min



     O AMERICANO Bruce Jenner, que agora se chama Caitlyn, foi OURO no DECATLO, prova exclusivamente masculina, em 1976.

     Uma petição virtual criada no site Change.org pede para o americano Bruce Jenner, que resolveu Trocar de Sexo e mudar seu nome para Caitlyn, devolver a medalha de ouro que conquistou no decatlo nos Jogos Olímpicos de 1976, em Montreal, no Canadá.


     “Foto: Reprodução - Antes e depois: - Bruce Jenner (à esquerda) e Caitlyn (à direita), na capa da revista Vanity Fair”.

     O abaixo-assinado, endereçado ao COI (Comitê Olímpico Internacional), foi criado por Jennifer Bradford, sob o argumento de que o decatlo é uma prova exclusivamente masculina, portanto Caitlyn não poder ser considerada uma campeã olímpica.

     "Parabenizamos Ms. Jenner e gostaríamos de desejar-lhe o melhor. No entanto, isso cria um problema porque Ms. Jenner afirma que sempre acreditou-se ser feminina e, por isso, violou as regras da comissão em relação às mulheres que competem em esportes dos homens e vice-versa”.
     Pedimos que Ms. Jenner, “para apoiar a Comunidade Transgênero, devolva a medalha obtida, por estar competindo contra o sexo errado”, diz um trecho da petição, que já recebeu quase três mil assinaturas e almeja atingir cinco mil.
     Em uma das entrevistas concedidas para revelar sua nova identidade, Jenner afirmou que nos anos 70, quando era atleta, costumava usar meia-calça e sutiã por baixo da roupa masculina para se manter em contato com seu desejo de viver como mulher.

     O americano Bruce Jenner, ouro no decatlo nos Jogos Olímpicos de Montreal-1976, resolveu trocar de sexo e mudar o nome para Caitlyn. “Foto: Reprodução”.

     Ex-atleta olímpico americano Bruce Jenner diz que passará a viver como uma mulher.
     Americano diz que não fez mudança de sexo, mas declara: - "Para todos os efeitos e os propósitos, sou uma mulher".




A Americana Caitlyn Marie Jenner.


Caitlyn Jenner.



     Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.



     Caitlyn Marie Jenner, nascida William Bruce Jenner (Mount Kisco, 28 de outubro de 1949), é uma atriz, modelo, socialite e ex-atleta transexual norte americana.
      Conquistou fama em seu país após vencer uma medalha de ouro no decatlo durante os Jogos Olímpicos de Verão de 1976, e anos depois teve proeminência mundial ao participar juntamente com sua família do reality show Keeping Up with the Kardashians.


CARREIRA ESPORTIVA.



     Jenner jogou futebol americano na faculdade, parando após uma lesão no joelho. O treinador de atletismo da instituição viu seu potencial para o decatlo, no qual Jenner estreou em 1970.
     Após terminar em quinto lugar nos Jogos Olímpicos de Verão de 1972, Jenner iniciou um treinamento intenso, vencendo o torneio nacional em 1974, a medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos de 1975, e um recorde mundial nas eliminatórias americanas para as Olimpíadas.
     Após vencer o ouro no decatlo dos Jogos Olímpicos de Verão de 1976, foi aclamada como "maior atleta do mundo" nos Estados Unidos.



TRANSIÇÃO.




     Em 2015, a mãe de Caitlyn Jenner confirmou que o ex-atleta estava em processo de Transição de Gênero, já que se identificava como uma mulher.
     Entretanto, Caitlyn pediu ao público a ser tratada com pronomes masculinos e como 'Bruce' (seu nome de registro) até o término de sua transição.


     Observação do escriba: - Na Wikipédia estão disponíveis três referências e três ligações externas sobre o assunto.






Categorias:
• Nascidos em 1949.
• Decatletas dos Estados Unidos.
• Campeões olímpicos dos Estados Unidos.
• Atletas nos Jogos Olímpicos de Verão de 1972.
• Atletas nos Jogos Olímpicos de Verão de 1976.
• Medalhistas olímpicos do atletismo.
• Kardashians.
• Participantes de reality show dos Estados Unidos.
• Desportistas LGBT.
• Personalidades LGBT dos Estados Unidos.
• Pessoas transexuais e transgêneros dos Estados Unidos.


     Esta página foi editada pela última vez às 04h04min de 25 de setembro de 2017.




     A luta contra a debilitante POLIOMIELITE (paralisia infantil) continua, e a luta a favor da inofensiva AUTO-HEMOTERAPIA (AHT), também continua.
      Se DEUS nos permitir voltaremos outro dia ou a qualquer momento. Boa leitura, boa saúde, pensamentos positivos e BOM DIA.
     ARACAJU, capital do Estado de SERGIPE (Ex-PAÍS do FORRÓ e futuro “PAÍS da BOMBA ATÔMICA”), localizado no BRASIL, Ex-PAÍS dos fumantes de CIGARROS e futuro “PAÍS dos MACONHEIROS”. Segunda-feira, 02 de outubro de 2017.

Jorge Martins Cardoso – Médico – CREMESE – 573.



      Fontes: (1) – INTERNET. (2) – Wikipédia. (3) - OUTRAS FONTES.

jorge martins
Enviado por jorge martins em 02/10/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários


 
Site do Escritor criado por Recanto das Letras